Dorival deixa o Palmeiras com aproveitamento só melhor do que Gareca



O Palmeiras subiu da segunda para a primeira divisão no 26 de outubro de 2013 e após cumprir o seu principal objetivo no ano passado a diretoria tinha dúvidas sobre a permanência de Gilson Kleina, mas decidiu bancar o treinador até ele ser demitido em maio deste ano. Dorival Júnior chegou quatro meses depois com a missão de manter o clube na elite e conseguiu muito em função do péssimo nível dos rivais. Mesmo com contrato até o meio de 2015 acabou demitido no dia seguinte ao fim do Campeonato Brasileiro.

Dos quatro comandantes que passaram pelo Verdão na temporada, Dorival só ficou à frente de Gareca em aproveitamento e foi aquele que mais perdeu. Vale lembrar que pela primeira vez na história o Palmeiras terminou o ano com mais de 40% de derrotas. O fato é que a demora em efetivar Kleina sem convicção não se repetiu com Dorival. É um bom começo na reestruturação mais do que necessária que o time precisa ter para não passar sustos no ano que vem.

Desempenho dos técnicos do Palmeiras em 2014:
Gilson Kleina: 23 jogos (15 vitórias / 2 empates / 6 derrotas) – 68% de aproveitamento
Dorival Júnior: 20 jogos (7 vitórias / 4 empates / 9 derrotas) – 41% de aproveitamento
Ricardo Gareca: 13 jogos (4 vitórias / 1 empate / 8 derrotas) – 33% de aproveitamento
Alberto Valentim: 8 jogos (4 vitórias / 1 empate / 3 derrotas) – 54% de aproveitamento

(Ari Ferreira/L!Press)

(Ari Ferreira/L!Press)

Jogos de Dorival Júnior no Palmeiras:
Atlético-PR 1×1 Palmeiras
Palmeiras 1×0 Criciúma
Fluminense 3×0 Palmeiras
Palmeiras 2×2 Flamengo
Goiás 6×0 Palmeiras
Palmeiras 2×0 Vitória
Figueirense 3×1 Palmeiras
Palmeiras 4×2 Chapecoense
Botafogo 0x1 Palmeiras
Palmeiras 2×1 Grêmio
Palmeiras 1×3 Santos
Cruzeiro 1×1 Palmeiras
Palmeiras 1×1 Corinthians
Bahia 0x1 Palmeiras
Palmeiras 0x2 Atlético-MG
São Paulo 2×0 Palmeiras
Palmeiras 0x2 Sport
Coritiba 2×0 Palmeiras
Internacional 3×1 Palmeiras
Palmeiras 1×1 Atlético-PR

 

 



  • Luiz Claudio

    Corrigindo….
    6 V, 5E, 9D…………aproveitamento 38,3%

  • Mauricio

    Vale lembrar apenas que o Gareca não tinha Prass nem Valdivia.

  • Rodrigo

    Isso nada mais demonstra que a culpa não é do técnico e sim dessa diretoria do Paulo Nobre que não entende nada de futebol.

  • Os N0s. não mentem, se o Palmeiras tivesse acreditado no bom trabalho do Gilson Cleina, não tinha passado o sufoco que passou!!!!!

MaisRecentes

Henrique Dourado tem o mesmo número ou mais gols do que nove clubes no Brasileirão



Continue Lendo

Único invicto, Corinthians tem cinco jogos para superar marca do Fluminense



Continue Lendo

Com melhor média, Mina se aproxima do top10 de zagueiros goleadores do Palmeiras



Continue Lendo