Autoridade e autoritarismo



(Fernando Roberto/L!Press)

(Fernando Roberto/L!Press)

A CBF recomendou advertir o jogador reclamão com cartão amarelo. Foram três rodadas até agora e várias punições por conta disso. No jogo entre Palmeiras e Goiás, por exemplo, o árbitro Marcelo de Lima Henrique puniu Valdivia, Leandro Pereira e Kelvin por reclamação.

Adepto aos cartões, o árbitro, que até o ano passado apitava pela federação carioca e agora está por Pernambuco, ganhou mais um motivo para punir. O problema é que na partida do Allianz Parque, Marcelo deixava de marcar faltas, para os dois lados, e ficava observando a reação do jogador à espera da chance de tirar o cartão do bolso. Autoridade máxima em campo, alguns estão confundindo com autoritarismo.

Marcelo de Lima Henrique apitou nas três rodadas. Aplicou 18 amarelos e já superou a própria média. No Brasileirão do ano passado ele foi o árbitro que mais advertiu com 104 amarelos em 21 jogos. Média de 4,9 contra seis de agora.

O jogador também tem a sua parcela de culpa, mas é preciso encontrar um meio termo. As três primeiras rodadas mostraram isso.



  • Patureba

    Os propios arbitros deixa de marcar faltas claras ou de punir os jogadores com cartões amarelos em faltas graves, isso irrita os jogadores que reclamam e leva amarelo, isso está tudo errado pois quem faz a falta não recebe o amarelo e quem sofre as vezes recebe.

    • Celso

      A arbitragem já estava ruim, com essa medida da CBF, intolerância zero, piorou, os juizes podem errar, roubar e ninguém pode reclamar.

  • Danilo

    E quanto aos erros absurdos que os árbitros estão cometendo? recebem alguma punição???
    Deixar o jogo correr é uma coisa, deixar de marcar faltas é outra, completamente diferente. Pombas, se foi falta tem que marcar.
    Os árbitros estão super rápidos para mostrar o cartão a cada reclamação e, muitas vezes, deixam de mostrar em faltas violentas, ou principalmente, quando deram vantagem (a vantagem não elimina a necessidade de advertência).
    No caso específico, deste imbecil travestido de árbitro, quando ele marcou a falta fora da área, sendo que a mesma aconteceu dentro da área, indubitavelmente, ele provavelmente influenciou no placar, até porque o Dudu nõ stava em campo para perder o penalti.
    A ferj proibe qualquer um de reclamar, a CBF impede os jogadores de reclamar……….acontece que é mais fácil impedir a reclamação do que melhorar o nível das arbitragens, o que talvez não seja interessante peara eles.

MaisRecentes

Jô iguala Guerrero ao marcar contra os três rivais na Arena



Continue Lendo

Ganso volta a marcar dois em um mesmo jogo após quase três anos



Continue Lendo

Copa do Brasil conta com nove campeões nas oitavas e 20 títulos



Continue Lendo