Com Tite, ataque da Seleção Brasileira volta a brilhar após quase 20 anos



Brasil goleou a Bolívia por 5 a 0 (Foto: AFP)

Brasil goleou a Bolívia por 5 a 0 (Foto: AFP)

Dez gols em três partidas. Este é o saldo da Seleção Brasileira desde a chegada do técnico Tite. O poderio ofensivo do ataque brasileiro não era tão produtivo assim em um início de trabalho desde Vanderlei Luxemburgo, há quase 20 anos. Com Luxa foram 11 gols nos três jogos iniciais em 1998, mas com uma diferença: todos os compromissos foram amistosos enquanto os com Tite oficiais. Luxemburgo empatou na estreia com a Iugoslávia por 1 a 1 e depois goleou Equador e Rússia por 5 a 1, respectivamente. O quarto jogo foi uma derrota para a Coreia do Sul e por isso a atual Seleção tem a chance de igualar o desempenho se marcar uma vez contra a Venezuela, na próxima terça-feira.

Número de gols após os três primeiros jogos:

Tite (2016): 10 gols
Brasil 3×0 Equador (Eliminatórias)
Brasil 2×1 Colômbia (Eliminatórias)
Brasil 5×0 Bolívia (Eliminatórias)

Dunga: (2014): 4 gols
Brasil 1×0 Colômbia (amistoso)
Brasil 1×0 Equador (amistoso)
Brasil 2×0 Argentina (Superclássico)

Felipão (2013): 4 gols
Inglaterra 2×1 Brasil (amistoso)
Brasil 2×2 Itália (amistoso)
Brasil 1×1 Rússia (amistoso)

Mano 2010: 7 gols
Estados Unidos 0x2 Brasil (amistoso)
Brasil 3×0 Irã (amistoso)
Brasil 2×0 Ucrânia (amistoso)

Dunga (2006): 6 gols
Noruega 1×1 Brasil (amistoso)
Brasil 3×0 Argentina (amistoso)
País de Gales 0x2 Brasil (amistoso)

Parreira (2003): 1 gol
China 0x0 Brasil (amistoso)
Portugal 2×1 Brasil (amistoso)
México 0x0 Brasil (amistoso)

Felipão (2001): 2 gols
Uruguai 1×0 Brasil (Eliminatórias)
Brasil 0x1 México (Copa América)
Brasil 2×0 Peru (Copa América)

Leão (2001): 5 gols
Estados Unidos 1×2 Brasil (amistoso)
México 3×3 Brasil (amistoso)
Equador 1×0 Brasil (Eliminatórias)

Luxemburgo (1998): 11 gols
Brasil 1×1 Iugoslávia (amistoso)
Brasil 5×1 Equador (amistoso)
Brasil 5×1 Rússia (amistoso)



MaisRecentes

Grêmio torna-se o segundo brasileiro com mais vitórias na Libertadores



Continue Lendo

Grêmio tenta acabar com sequência de campeões em casa na Libertadores



Continue Lendo

Rebaixado, Atlético-GO tem chance de ser ‘melhor’ lanterna



Continue Lendo