Assim como no ano passado, oito trocas em seis rodadas. Fla e Verdão repetem a dose



(Cesar Greco/Agência Palmeiras/Divulgação)

(Cesar Greco/Agência Palmeiras/Divulgação)

Oito mudanças de comando em apenas seis rodadas do Campeonato Brasileiro. Esse é o número até agora na Série A e isso repete o que aconteceu no ano passado no mesmo período. Flamengo e Palmeiras são os únicos que mudaram de técnico nos dois anos. Em 2015, Luxa caiu para a chegada de Cristovão Borges no Fla e Oswaldo de Oliveira foi o último a ser demitido, nesta terça-feira.

No ano passado, Jayme de Almeida deu lugar a Ney Franco no Rubro-Negro, enquanto Gilson Kleina deu lugar a Ricardo Gareca – Alberto Valentim – comandou o time durante em cinco rodadas. Curiosamente, até o fim do torneio Flamengo e Palmeiras ainda trocariam outra vez de comando.

Trocas em 2015 após seis rodadas:

Depois da segunda rodada:
1 – Grêmio: saiu Felipão / entrou James Freitas (interino) e na quarta rodada Roger assumiu.
2 – Fluminense: saiu Ricardo Drubscky / entrou Enderson Moreira

Depois da terceira rodada:
3 – Flamengo: saiu Luxemburgo / entrou Jayme de Almeida (interino) e Cristovão Borges assumiu na quarta rodada.

Depois da quarta rodada:
4 – Cruzeiro: saiu Marcelo Oliveira / entrou Vanderlei Luxemburgo

Depois da quinta rodada:
5 – Joinville: saiu Hemerson Maria / entrou Adilson Baptista
6 – São Paulo: saiu Milton Cruz / entrou Juan Carlos Osorio – única troca sem demissão
7 – Coritiba: saiu Marquinhos Santos / entrou Ney Franco

Depois da sexta rodada:
8 – Palmeiras: saiu Oswaldo de Oliveira
Trocas em 2014 após seis rodadas:

Depois da primeira rodada:
1 – Atlético-MG: saiu Paulo Autuori / entrou Levir Culpi

Depois da segunda rodada:
2 – Criciúma: saiu – Caio Júnior entrou: Wagner Lopes
3 – Figueirense: saiu – Vinicius Eutrópio entrou: Guto Ferreira

Depois da terceira rodada:
4 – Palmeiras: saiu Gilson Kleina /entrou Alberto Valentim (interino) e Ricardo Gareca assumiu na décima rodada.

Depois da quarta rodada:
5 – Flamengo: saiu Jayme de Almeida / entrou Ney Franco
6 – Vitória: saiu Ney Franco / entrou Carlos Amadeu (interino) e Jorginho assumiu na sétima rodada – única troca sem demissão

Depois da quinta rodada:
7 – Atlético-PR: saiu Miguel Ángel Portugal / entrou: Leandro Ávila (interino) e Doriva assumiu na décima rodada.

Depois da sexta rodada:
8 – Chapecoense: saiu Gilmar Dal Pozzo / entrou Celso Rodrigues



MaisRecentes

Fim do jejum! Veja o período em que Borja ficou sem marcar pelo Palmeiras



Continue Lendo

Dorival tem aproveitamento melhor do que Ceni no Brasileiro



Continue Lendo

Cruzeiro pode ser o campeão da Copa do Brasil com melhor desempenho no Brasileirão



Continue Lendo