Decisão para Loss



A partida de amanhã diante do Colo-Colo é vista, no Corinthians, como decisiva para o futuro de Osmar Loss, apesar de Andrés Sanchez assegurar que o técnico não corre risco de perder o cargo.

Tendo sofrido 1 a 0 no jogo de ida, no Chile, o Timão precisa vencer por dois gols de diferença para avançar de fase. Se repetir o placar do primeiro confronto terá que decidir sua sorte nos pênaltis.

Apesar da vitória no último sábado, 1 a 0 diante do Paraná, pelo Brasileirão, Loss segue muito criticado pelos lados do Parque São Jorge por ainda não ter conseguido dar um padrão tático ao time.

Contra o Paraná o próprio treinador admitiu que o Corinthians não foi bem mais uma vez, mas celebrou os três pontos, que o colocaram numa posição bem mais tranquila quando o assunto era o risco de rebaixamento, algo que chegou a ser cogitado semana passada.

Três nomes vinham sendo citados pelos lados do Timão para eventualmente substituir Loss. Jair Ventura, que fez péssimo trabalho no Santos, Roger Machado, que fracassou no Palestra, e Vanderlei Luxemburgo, que tem muita bagagem no futebol e esperava nova oportunidade.

Mesmo assim Andrés insiste que Loss merece mais algumas chances, inclusive porque a equipe está nas semifinais da Copa do Brasil, e concordo com o presidente. Não digo que o treinador não tenha sua dose de responsabilidade pelas atuações pífias do Corinthians, mas perdeu peças muito importantes e precisa de mais tempo para trabalhar.

Fora que, insisto, o futebol é complexo demais para tudo de bom ou de ruim ser atribuído unicamente ao treinador, como muitos ainda fazem no Brasil. Às vezes eu, inclusive.



MaisRecentes

Nova caminhada



Continue Lendo

O desabafo de Cuca (ainda)



Continue Lendo

As críticas de Cuca



Continue Lendo