O valor de Pedro



Tem dado muita celeuma no Fluminense a questão do preço do atacante Pedro, alvo da cobiça de pelo menos quatro times europeus.

O Bordeaux, da França, fez proposta de quase R$ 40 milhões pelo jogador que dividiu o clube carioca.

O Tricolor recusou, alegando que o valor de mercado do atleta é maior, mas parte da diretoria não considerou correta a decisão de não se efetuar a venda agora. E o motivo é que o clube está atolado em dívidas.

A questão do pagamento de salários e de direitos de imagem provocou confusão nas Laranjeiras durante a pausa para a Copa, com empresários de jogadores exigindo que sejam quitados em dia, o que não estaria acontecendo.

Com os cerca de R$ 20 milhões, avaliam os favoráveis à venda de Pedro, já que o Flu é dono de 50% dos direitos da sua maior revelação, o clube poderia dar uma respirada.

Mas a presidência, a meu ver, acertou. Até porque, além do Bordeaux, Napoli, Sevilla e agora a Roma têm interesse no atleta. E podem pagar mais.

A multa rescisória de Pedro ultrapassa os R$ 200 milhões, mas a cúpula tricolor diz, nos bastidores, que vende o atacante se aparecer uma oferta que seja de metade ou pouco menos do que a metade da multa.

Pedro despontou como um centroavante das antigas. Com faro de gol. Meio desengonçado, mas com um senso de colocação e oportunismo raro. Tende a crescer muito. Até porque tem apenas 21 anos de idade, completados mês passado.

Mas como toda estrela que surge no Brasil já passou a ser cobiçado pelo exterior. O que é natural. Mas é natural também que o Flu queira valorizar sua joia, com a qual tem vínculo até 2021.



MaisRecentes

Complô no Santos



Continue Lendo

O contrato de Felipe Melo



Continue Lendo

Naming rights em 2019



Continue Lendo