Seleção e redes sociais



Não houve nenhuma ordem da comissão técnica, mas alguns jogadores da Seleção, em especial Neymar, claro, mas também Thiago Silva, que foi muito bem contra a Sérvia, vale lembrar, foram aconselhados a se manterem um pouco mais distantes das redes sociais.

Os memes e as brincadeiras, muitas de mau gosto, sobre o início de Copa do Brasil e o cai-cai nos dois primeiros jogos da principal estrela da Seleção deixaram alguns do grupo aborrecidos e outros bem irritados.

Tanto que Neymar retrucou, via rede social, dizendo que falar até papagaio fala, o que muitos viram como ataque a Galvão Bueno, que o criticou por ter feito muita encenação em pênalti não marcado contra a Costa Rica e que, para Arnaldo Cezar Coelho, tinha sido penalidade, sim. Mas, como Neymar encenou demais, o árbitro teria se equivocado, ainda segundo Arnaldo, e acabou não marcando a penalidade.

No último jogo Neymar mandou bem, não reclamou da arbitragem e parou de se jogar.

Mas as críticas que os dois primeiros jogos provocaram na imprensa brasileira e mundial abalaram alguns jogadores, que estão tentando focar apenas na Copa e deixar os comentários e as redes sociais de lado. No que fazem, diga-se de passagem, muito bem. Inclusive porque “haters” não faltam e, como vivemos entre o céu e o inferno no mundo do futebol e na relação com a Seleção, melhor que se concentrem no México e deixem as críticas que não sejam construtivas (e muitas não são mesmo) de lado.



MaisRecentes

Nova caminhada



Continue Lendo

O desabafo de Cuca (ainda)



Continue Lendo

As críticas de Cuca



Continue Lendo