Coronel Nunes de fora



A Confederação Sul-Americana de Futebol deixou claro para a CBF que o coronel Nunes será persona non grata na reunião do Conselho da Conmebol, da qual o brasileiro faz parte, em agosto, na Bolívia.

Um outro representante da CBF, que não seu presidente, membro, aliás, do conselho, deverá viajar à Bolívia para o encontro.

Apesar dos pedidos de desculpas de Rogério Caboclo, que sucederá o coronel no comando da confederação a partir de abril do ano que vem, e também de Fernando Sarney, vice-presidente da CBF, os demais integrantes da Conmebol seguem furiosos com o presidente da CBF.

Ele descumpriu acordo ao votar no Marrocos e não em Estados Unidos/México/Canadá para sede da Copa-2026.

A América do Norte, em troca do apoio da Conmebol, irá votar em Argentina, Uruguai e Paraguai para sede da Copa de 2030. A Inglaterra, que pode se aliar à Escócia e ao País de Gales, é a candidata da Europa e Marrocos teve tentar mais uma vez ser a sede do Mundial.



MaisRecentes

A melhor do mundo



Continue Lendo

Aprender a perder



Continue Lendo

O emprego ideal



Continue Lendo