Santos rachado



A direção do Santos rachou de vez após nova derrota no Brasileirão, agora pro Cruzeiro, por 1 a 0, em jogo no Pacaembu.

Parte dos conselheiros ligados ao presidente José Carlos Peres quer a demissão imediata de Jair Ventura, parte defende a permanência no treinador e exige a contratação de reforços.

Ontem, mais uma vez, torcedores xingaram Ventura e pediram sua saída do cargo, mas Peres deve mantê-lo pelo menos até a parada para a Copa do Mundo.

A ala que defende sua saída acha que até agora ele não deu ritmo de jogo ao time, que fica se desculpando e pedindo reforços a cada derrota e que não consegue fazer o grupo atuar bem ofensivamente.

Já os que são favoráveis à sua permanência lembram que o Peixe segue vivo na Copa do Brasil e na Libertadores e que tem um jogo a menos do que os demais (a partida contra o Vasco) no Brasileirão. Que, vencendo, pode sair de perto da zona da degola. E que o técnico sofreu com desfalques e mais desfalques durante o ano. Além de ter chegado para fazer um trabalho a médio e longo prazo, precisando de tempo para trabalhar.

Por enquanto Jair Ventura permanece. O próximo desafio, diante do Atlético-PR do também ameaçado Fernando Diniz, será importantíssimo para os dois treinadores. Porque no futebol brasileiro… Vida de treinador não é fácil, não.



MaisRecentes

Seleção magoada



Continue Lendo

O emocional, de novo



Continue Lendo

A cabeça de Neymar



Continue Lendo