Elogios a Loss



Apesar de ter estreado com derrota para o Millonarios, da Colômbia, jogando em casa, Osmar Loss tem sido muito elogiado por Andrés Sanchez nos bastidores do Timão.

Andrés, que vai aproveitar a paralisação do Brasileirão durante o período da Copa da Rússia, insiste que Loss pode conquistar mais coisas no Corinthians do que seu antecessor, Fábio Carille, que vai treinar o Al Wehda, da Arábia Saudita.

O presidente corintiano acha Loss perfeccionista e mais atento à parte tática do que Carille. Diz que o novo treinador é meticuloso em suas análises, estudioso e tem temperamento forte, o que Andrés considera muito bom por se tratar de Corinthians. Acha bom o técnico ter personalidade para encarar as cobranças que certamente virão. E já começaram, por sinal.

Ontem, após a derrota por 1 a 0 pela Libertadores, Loss recebeu as primeiras críticas como treinador corintiano. Mesmo assim preferiu o discurso de elogiar a postura ofensiva do time, apesar de ter passado a noite em branco.

Ah! Não custa lembrar que Andrés nunca esteve enre os maiores fãs de Carille, mesmo com o bicampeonato paulista conquistado por ele e com o título do Brasileirão do ano passado. O dirigente nunca escondeu seu incômodo pela proximidade de Carille com Roberto de Andrade, que o antecedeu na presidência do Corinthians.

Já Tite, na Seleção, gosta dos dois. De Carille e Loss. E acredita que o segundo pode fazer um belo trabalho no Timão. Se lhe derem tempo, claro.

Enquanto isso dois nomes são citados como possíveis substitutos de Loss, caso o Timão opte pela sua saída do comando durante a Copa: Cuca, que vai comentar o Mundial na TV, e Zé Ricardo, que andou balançando no Vasco mas conseguiu se manter na direção do time carioca.



MaisRecentes

O discurso de Tite



Continue Lendo

A reeleição de Galiotte



Continue Lendo

Cadê os patetas?!?



Continue Lendo