Santos em SP



Tem gerado desconforto entre conselheiros do Santos que moram no litoral paulista a decisão de José Carlos Peres, atual presidente, de passar a tratar o Pacaembu como nova casa do time praiano.

Desde a campanha Peres dizia que faria isso, mandando parte dos jogos na capital paulista, parte no litoral.

Mesmo com os problemas de gestão do estádio municipal, marcado pelos apagões de 2018, é lá que o Santos fará pelo menos metade dos jogos como mandante no Brasileirão. Três jogos da fase de grupo da Libertadores também serão no Pacaembu, apesar das reclamações de conselheiros de Santos.

Peres gostou do público presente no estádio paulistano diante do Corinthians, quase 35 mil presentes, e lembra que as rendas em SP têm sido maiores, o que já acontecia nos tempos de Modesto Roma Júnior. Mas pressionado por conselheiros que moram no litoral o ex-presidente preferia mandar a maior parte dos jogos na Vila mesmo. O que descontentou na época até jogadores e comissão técnica, que preferiam atuar em SP.



MaisRecentes

A matemática do futebol



Continue Lendo

A melhor do mundo



Continue Lendo

Aprender a perder



Continue Lendo