O divã do Grêmio



A derrota na final do Mundial de Clubes ainda repercute e muito pelos lados do Grêmio.

Renato Gaúcho fez questão de destacar a qualidade do Real Madrid, que definiu como seleção. E também enalteceu o esforço de seus comandados, que teriam honrado a camisa do time gaúcho.

Nem todos os dirigentes e conselheiros gremistas, no entanto, viram o jogo assim e pelo menos uma parte deles achou que a equipe errou muito. Que respeitou demais o time espanhol, mostrou problemas emocionais, leia-se excesso de nervosismo, não conseguiu acertar o passe do meio para o ataque e não chegou à área rival, tanto que teve apenas uma chance de gol no primeiro tempo. E com um chute de longa distância.

Enfim, não foi o mesmo time que conquistou o tri da Libertadores, o que não quer dizer que o trabalho de Renato Gaúcho possa ser analisado apenas por um jogo. Foi mal na decisão do Mundial, mas bem no restante de temporada, com uma campanha muito bonita na Liberta.



  • Silvio Jr

    um time sem nenhuma grande estrela, mas com muita organização e dedicação, vence a taça libertadores, um campeonato dificílimo e disputa a final do mundial de clubes contra nada menos que o real madri, um dos melhores se não o melhor time do mundo e perdi por 1×0, e tem gente de dentro do clube achando isso ruim, depois não sabemos o por que o motivo na qual o futebol brasileiro esta tão ruim.

    • Nei Arruda

      Isso é ruim! Perder é ruim. Levou um gol de falta porque a barreira se mecheu, se ficassem parados não seria gol, seria 0 x 0 e poderia ter ganhado nos pênaltis. Foi mal! Se tivesse ganhado, seriam heróis.

  • Nei Arruda

    O Grêmio jogou mal. Aliás, sequer jogou, não jogou nada. Entrou em campo, mas não jogou futebol, nem mesmo o tão esperado contra-ataque… Nem mesmo o famoso “jogar por uma bola” aconteceu. Não chutou nenhuma bola no gol, o goleiro do real não fez nenhuma defesa. Definitivamente, não há nada pra se comemorar, por ter perdido “apenas” por 1 x 0. Não adianta analtecer uma campanha brilhante na Libertadores, se na hora H o time titubeou, quando era hora de se superar. Tem muito que melhorar!

MaisRecentes

Quarta força



Continue Lendo

Fuga do Vasco



Continue Lendo

Mudança de vida



Continue Lendo