Santos em SP



Estive ontem no escritório de Nabil Khaznadar, um dos quatro candidatos à presidência do Santos, e, caso eleito, pretende internacionalizar a marca do Peixe, que diz estar sendo muito mal trabalhada, além de acertar com a Prefeitura de SP para o time jogar mais na capital paulista.

O acerto seria de três anos com o Pacaembu, que passaria a ser administrado pelo Santos. E os clássicos todos eles disputados no estádio municipal.

Sua ideia também é de trabalhar pela criação de uma liga, que organizaria o Brasileiro, algo que vem sendo falado há tempos por várias agremiações que temem, no entanto, bater de frente contra a CBF.

Modesto Roma, atual presidente santista e que quer mais um mandato de três anos, pretende seguir dando preferência pela Vila, mas a oposição acha que o mandatário pensa pequeno e trabalha mal.

Além de Nabil José Carlos Peres, que também defende mais jogos em SP, e Andrés Rueda são candidatos à presidência santista. A eleição acontece no próximo dia 9.



MaisRecentes

Nova caminhada



Continue Lendo

O desabafo de Cuca (ainda)



Continue Lendo

As críticas de Cuca



Continue Lendo