Contas corintianas



A direção do Corinthians tem dito que os salários dos jogadores estão em dia, mas membros da cúpula do Timão admitem que há contas em atraso. Inclusive no departamento de futebol. Que não seriam, insistem, salários.

A ideia é equacionar os pagamentos até fevereiro, quando acontece a eleição presidencial no Parque São Jorge.

E, se Andrés Sanchez voltar à presidência, trabalhar com mais afinco a questão dos naming rights da arena, que até agora não foram vendidos, quando a ideia era negocia-los até fevereiro de 2012.

Além, claro, de renovar contrato de jogadores que devem permanecer no Timão e arranjar reforços pontuais para a Libertadores, prioridade do time para 2018.



MaisRecentes

O escândalo de Platini



Continue Lendo

Fernando Diniz na berlinda



Continue Lendo

Deuses da Bola



Continue Lendo