Timão em 2018



Ainda em festa pelo título do Brasileiro, o Corinthians já começa a se mexer para a temporada que vem.

A intenção é focar na Libertadores e tentar o título continental, mas sem fazer loucuras.

Com orçamento bem apertado, serão feitas contratações pontuais, com olhar voltado a jogadores que atuam na Série B e possam reforçar o clube, mas não onerar a folha de pagamentos.

A principal preocupação, no entanto, é com possível assédio e quiçá debandada no elenco, já que outros clubes grandes, do Brasil e do exterior, estão com atenção voltada ao time corintiano.

Alguns atletas que estão emprestados a outras equipes podem voltar também e há intenção de um maior investimento no marketing, agora com o heptacampeonato nacional, além da questão da venda dos naming rights do estádio de Itaquera, que segue na mesma desde princípios de 2012.

A negociação dos direitos de nomear a arena, até aqui parada, deve ficar com o futuro presidente e somente para 2018. Mas o período do negócio, que seria de 20 anos inicialmente, pode ser reduzido para até um, com possível renovação até mais quatro. E os valores, que seriam de R$ 400 milhões em 2012, também serão reavaliados, podendo cair substancialmente, ainda que o negócio seja para 10 ou 20 anos, algo que ainda não está definido.



MaisRecentes

Nova caminhada



Continue Lendo

O desabafo de Cuca (ainda)



Continue Lendo

As críticas de Cuca



Continue Lendo