Roupa suja no Verdão



A derrota para o Corinthians e a queda para o quarto lugar no Brasileirão desestabilizou o Palmeiras de novo.

Conselheiros de oposição, mas também da situação, e membros da própria diretoria ficaram inconformados com a atuação do time ontem, especialmente no primeiro tempo, já que na fase final a equipe melhorou um pouco.

Egidio foi massacrado e considerado culpado por muitos por dois dos três gols corintianos. Sua saída do Palestra passou a ser pedida insistentemente.

A postura da defesa também foi alvo de críticas, bem como o desempenho de Edu Dracena, que cometeu pênalti infantil logo depois de o Palmeiras ter marcado seu primeiro gol.

Até para Fernando Prass, que ontem não mostrou segurança e não foi bem no lance que originou o tento de abertura do jogo, sobrou. Muitos acham que não pode mais ser o titular e deveria estar no banco há um tempo.

Mesmo o trabalho de Alberto Valentim, idolatrado há uma semana, passou a ser questionado. Como o da própria direção do Palmeiras, que apostou errado primeiro em Eduardo Baptista, depois em Cuca, fez contratações milionárias e o efeito… O efeito viu-se ontem em Itaquera.

O Corinthians, com um time bem mais barato, jogou como se fosse a final do campeonato, pois de certa forma era mesmo.

Já o Palmeiras, displicente, perdeu cinco pontos em seis nas duas últimas rodadas e deixou o Timão novamente disparar. Haja roupa suja para ser lavada…

PS. Dou uma pausa até domingo (12) e volto a postar na próxima segunda (13). Ótimos dias a todos e até lá. Abraço, João Carlos



MaisRecentes

Nova caminhada



Continue Lendo

O desabafo de Cuca (ainda)



Continue Lendo

As críticas de Cuca



Continue Lendo