Vestiário santista



Levir Culpi saiu evitando atirar pedras em quem quer que fosse, mas ficou muito chateado com parte da direção do Santos e também com o comportamento de alguns funcionários e até de alguns jogadores do clube, entre os quais Lucas Lima.

No caso de Lucas Lima, apesar de o treinador ter dito publicamente que só não gostou de sua atuação no último jogo diante do São Paulo, há tempos vinha reclamando com membros de sua comissão técnica que o jogador vinha rendendo bem menos do que o esperado. E que não vinha atuando com tanta vontade.

Na Vila Levir via muito fofoca pra cá e pra lá, fofoca que chegava aos ouvidos da direção e minava o ambiente no vestiário. Mesmo assim saiu grato com a maioria dos jogadores, que compraram suas dores quando Modesto Roma Júnior tentou demiti-lo dez dias atrás. E não conseguiu por conta da maior parte do elenco.

Com Dorival Júnior, que iniciou o campeonato comandando o Peixe, o ambiente era ainda pior e ele teria sido derrubado por Elano, que assumiu o time interinamente e uma parte do grupo de jogadores que não gostavam de seu trabalho.

A seis pontos do Corinthians e a um do Palmeiras, a avaliação da diretoria é de que alcançar o título do Nacional é uma missão quase impossível, mas que dá para terminar o campeonato em segundo. Sem Levir, que segundo o presidente Modesto Roma foi demitido na hora certa.



MaisRecentes

Tite questionado



Continue Lendo

A falta de um líder



Continue Lendo

Haja coração!!!



Continue Lendo