Dorival bombardeado



Dorival Júnior começou a ser bombardeado no São Paulo após a derrota de ontem para o Fluminense.

Grupos de conselheiros tanto da oposição quanto da situação passaram a detonar o trabalho do treinador depois de mais um fiasco no Brasileirão.

Há quem veja uma piora do time após a saída de Rogério Ceni e a chegada de Dorival, que iniciou o campeonato dirigindo o Santos.

A diretoria também não anda muito satisfeita, mas diz que não pensa em fazer alteração no comando técnico do clube até o final do campeonato.

Ela já vinha até iniciando conversas com o treinador para iniciar a montagem do time para a temporada 2018, mas com o fracasso no Maracanã o planejamento para o ano que vem deve ser interrompido. Até porque o risco de rebaixamento voltou a ficar forte.

A avaliação interna é de que o grupo não é tão fraco assim mas, especialmente depois das derrotas para Atlético-MG, semana passada, e agora Fluminense, muitos acham que nem padrão de jogo o time adquiriu com Dorival.

E as substituições do técnico no segundo tempo de ontem, quando resolveu tirar as principais referências do Tricolor no ataque, também têm sido muito questionadas. Fora a defesa, que segue errando de forma bisonha, vide os dois pênaltis infantis cometidos, um em cada tempo.

O desespero segue pelos lados do Morumbi. Será que vai assim até a rodada final? Não é o que pensavam direção e comissão técnica… Mas agora, diante de tantos fracassos, já não se sabe mais.



MaisRecentes

Fernando Diniz na berlinda



Continue Lendo

Deuses da Bola



Continue Lendo

Galo pega fogo



Continue Lendo