Galiotte cobrado



O presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte, tem sido muito cobrado pela oposição mas também por representantes da situação sobre os erros cometidos no ano.

As escolhas de Alexandre Mattos, que deu as cartas no ano no departamento de futebol, seguem sendo muito questionadas. Desde a aposta em Eduardo Baptista como treinador até a contratação de Cuca, com plenos poderes, para substituí-lo.

Muitos acham que com o interino, Alberto Valentim, o time pode render mais, como aconteceu ontem, embora o jogo tenha sido contra o fraco Atlético-GO.

O inconformismo aumenta com a campanha do Corinthians, campeão paulista e líder do Brasileirão, enquanto o Verdão perdeu o Paulista, a Copa do Brasil e a Libertadores.

A ordem é que o time seja vice-campeão brasileiro e remonte o elenco milionário para o ano que vem.

Várias apostas de Mattos, inclusive Felipe Mello, que brigou com Cuca e depois fez as “pazes”, têm sido questionadas. E Galiotte, por ter dado carta branca ao dirigente até a contratação de Cuca, também.



MaisRecentes

O emocional, de novo



Continue Lendo

A cabeça de Neymar



Continue Lendo

Crise no Peru



Continue Lendo