Mattos em xeque



Cresce o movimento no Palmeiras pela saída de Alexandre Mattos da diretoria executiva de futebol.

Grupo cada vez maior de conselheiros tem criticado o dirigente, boa parte deles liderada por Mustafá Contursi, crítico feroz da gestão de futebol do Verdão.

Mattos é considerado por muitos o principal responsável pela formação do elenco, o mais caro do futebol brasileiro, em 2017. Avaliam que errou ao apostar em Eduardo Baptista e errou também ao recontratar Cuca, que chegou ao Palestra com salário de rei e plenos poderes. Também teria errado por, apesar de ter sido o clube que mais investiu, ter deixado carências em algumas posições, caso da lateral.

Já Cuca tem sido criticado por não ter dado padrão de jogo ao time, que não tem evoluído. Por ter deixado o Brasileiro de lado, escalando time misto em pelo menos duas ocasiões, e fracasso na Libertadores e na Copa do Brasil.

Ontem mexeu mal no segundo tempo e viu jogadores sem estabilidade emocional para bater pênaltis, o que abriu a caça às bruxas no Verdão. Cujo único objetivo agora na temporada é conseguir vaga para a Libertadores de 2018.



MaisRecentes

A matemática do futebol



Continue Lendo

A melhor do mundo



Continue Lendo

Aprender a perder



Continue Lendo