Do céu ao inferno



Não é que a derrota de ontem no Morumbi tirou o ânimo da direção tricolor?

Depois de já sonhar com a Libertadores, após os 4 a 3 diante do Botafogo, parece que voltou a uma outra realidade, da qual achava que já havia saído. E o objetivo volta a ser fugir do rebaixamento.

A avaliação é de que o time é bom, a comissão técnica, bem melhor do que a anterior, comandada por Rogério Ceni e até hoje alvo de críticas e até chacotas no Morumbi, mas que o grupo segue inseguro. E afoito.

Há receio de que termine o primeiro turno entre os quatro piores do Brasileirão, já que o próximo jogo é fora, diante do Bahia, mas expectativa de que no returno haja uma recuperação e que ano que vem o São Paulo continue na Série A.

Apoio da torcida, pelo menos, não tem faltado. Diante do Coritiba foram, afinal das contas, mais de 53 mil presentes no Morumbi. Hora de reagir, não? Mas reagir de verdade.



MaisRecentes

A matemática do futebol



Continue Lendo

A melhor do mundo



Continue Lendo

Aprender a perder



Continue Lendo