São Paulo forte?



Dorival Júnior e a diretoria são-paulina fizeram uma avaliação bem positiva do elenco são-paulino. A direção acha que não deixa a desejar quando comparado a Corinthian e Santos, perdendo por pouco para o Palmeiras.

A conta pelos seguidos fracassos internamente foram colocadas por ela nas costas de Rogério Ceni, que teria perdido o vestiário, errado feio nas estratégias de jogo e não conseguido se impor. Fora que teria feito indicações erradas, como a contratação de Sidão para o gol, além de ter se esquecido da zaga.

Não é o que pensam. no entanto, parte dos conselheiros da oposição e também alguns da situação, que veem grande parcela de culpa na diretoria e na presidência tricolor. Que erraram feio no planejamento e fizeram uma aposta no escuro em Ceni.

Alguns, inclusive, têm questionado a multa de R$ 5 milhões a Rogério Ceni, dizendo que o contrato com o treinador foi lesivo aos cofres do clube do Morumbi e que o departamento de futebol passou meses à deriva, sem saber que rumo tomar. Agora com Dorival talvez encontre o caminho. Será?



MaisRecentes

Seleção no divã



Continue Lendo

Seleção magoada



Continue Lendo

O emocional, de novo



Continue Lendo