Ofensiva alviverde



Tem causado desconforto a ofensiva do Palmeiras, que está atrás de jogadores que atuam em outros clubes brasileiros. Primeiro foi o caso Richarlison, do Fluminense, que, procurado pelo Verdão, pediu para não enfrentar o Palestra no Brasileiro. Agora é Diego Souza, que não viajou com o Sport para Curitiba para a partida de ontem.

O forte poderio financeiro do Palmeiras tem causado preocupação nos rivais, que acham que o clube está faltando com o respeito ao assediar jogadores, que acabam, por conta das negociações, pedindo para não jogar e desfalcando suas equipes.

As ações do Flamengo, que foi atrás de Geuvânio passando por cima da equipe da Vila, segundo conselheiros do Peixe, também têm sido alvo de contestação.

No caso Diego Souza, no entanto, O Palmeiras tem dito que não tem feito nada demais e que espera um acordo entre Sport e Eduardo Uram, empresário do atacante, para avançar com as negociações.

Já parte da direção do Sport reclama que as tratativas já começaram mesmo sem a anuência do clube pernambucano e que, por conta delas, se Diego Souza ficar agora vai querer um aumento que o time não pensava em dar.

PS. E para quem criticou o início do trabalho de Vanderlei Luxemburgo no Sport a resposta tem sido dada em campo. O time nas mãos do ex-treinador da Seleção, que não desaprendeu futebol, está indo bem. Pelo menos melhorou de umas semanas pra cá.



MaisRecentes

Seleção no divã



Continue Lendo

Seleção magoada



Continue Lendo

O emocional, de novo



Continue Lendo