A quarta força



Após as eliminações no Paulista, Copa do Brasil e Sul-Americana e o início titubeante no Brasileiro, um grupo de conselheiros e torcedores no Morumbi tem reclamado muito da diretoria e da comissão técnica tricolor e insistido que, comandado do jeito que está, o São Paulo virou mesmo a quarta força do futebol paulista.

No início do ano muitos apontavam o Corinthians como quarta força, pelos poucos investimentos que fez, mas o Timão não só ganhou o Paulistão como faz ótima campanha no Brasileiro, tendo chegado à liderança, com seis vitórias e dois empates até aqui. E tem apresentado um futebol convincente, com esquema de jogo definido. Ontem, em Curitiba, só não venceu porque teve um gol regular anulado…

Já o São Paulo segue sem esquema tático, com os jogadores nervosos e muito cobrados pela torcida e Rogério Ceni começando a ficar sem justificativas para explicar o porquê de o time não andar. E sendo ele próprio cobrado por conselheiros, embora poupado por boa tarde da torcida dado seu histórico no clube.

Muitos reclamam que Ceni apostou em jogadores errados, como Sidão, que custará, só de salários, quase R$ 3 milhões até o final do ano que vem aos cofres são-paulinos. O goleiro, vale lembrar, chegou para ser titular, já que Ceni tinha desconfianças em relação a Denis, que ano passado não foi bem no Tricolor, mas quem vem jogando não é nem um nem outro. Renan Ribeiro, que foi reserva de Denis, assumiu a posição de titular, fazendo, na avaliação de Ceni, uma temporada melhor do que os outros dois.

Há reclamações no sentido de que Ceni também não tem sabido lidar com o elenco, tendo se desentendido com Rodrigo Caio, por exemplo, depois do lance do fair play no Paulista em clássico contra o Corinthians. E agora se opôs a Lucão, que falhou ontem no segundo gol do Atlético-MG e já fala em sair do Tricolor.

Para a diretoria, que sonhava com uma vaga na Libertadores, a preocupação é grande, porque o time deve sofrer uma debandada de jogadores na janela de transferências agora no meio do ano. E já há quem pense que, com a equipe rendendo tão pouco como está, o jeito é lutar mesmo para não cair… Pensamento muito pequeno para um clube como o São Paulo, mas natural diante de tantas apostas equivocadas nos últimos anos.



MaisRecentes

A cabeça de Neymar



Continue Lendo

Crise no Peru



Continue Lendo

Coronel Nunes de fora



Continue Lendo