As discussões do Verdão



O Palmeiras continua no divã. Em crise e tentando entender o que se passa com seu time de futebol, que não vem jogando nada em 2017.

O grupo de Mustafá Contursi segue detonando o trabalho de Alexandre Mattos, que comanda o futebol palmeirense, e acha que o executivo é o principal responsável pelo fiasco que vem sendo a temporada. Que errou ao apostar em Eduardo Baptista, que contratou mal, mas contratou tão mal, que teve que ir ao mercado de novo, que não se dá bem com Cuca e não tem conseguido ajudar a controlar os egos no vestiário.

Leila Pereira, conselheira e dona das patrocinadoras do Palestra, responsável pela grana que viabilizou boa parte das contratações para 2017, já saiu em defesa de Mattos e mantém a guerra contra Mustafá.

Mas diferentes correntes políticas têm discutido um bocado e não se entendem sobre os motivos da crise no futebol do Palestra.

Há conselheiros detonando Cuca, que teria errado ao dizer que os 11 que tinha para colocar como titulares em 2016 eram melhores que os 11 para 2017, irritando jogadores e desvalorizando o elenco. Fora que foi tremenda indireta (ou direta mesmo) para Mattos e a atual gestão.

Outros acreditam que Cuca não tem visto bem os jogos, tanto que ontem gostou do Palmeiras diante do Santos, derrota por 1 a 0 na Vila, quando está na cara que o time não tem uma base nem um esquema de jogo definido. E continua flertando com o rebaixamento, com apenas sete pontos, 12 atrás do líder Corinthians, que quase nada investiu para 2017.

Já há até conselheiro jogando a toalha em relação ao Brasileirão, torneio em que o Verdão luta pelo bi. E defendendo que o caminho é a Libertadores, que ganhar o torneio continental não só salva como coroa a temporada e leva o time ao Mundial. E de fato pode ser a saída…

O time, aos trancos e barrancos, passou pela fase de grupos, tem tudo para avançar na próxima fase, entra como favorito absoluto, daí chegaria às quartas de final. Fase em que pode até pegar o Santos. Mas, pelos investimentos feitos, também entraria com favoritismo. Só tem que jogar bola. Algo que pouco fez em 2017. Estamos em junho, mas ainda dá tempo. Dá tempo sim.

E Cuca, pelo sim pelo não, tem pedido mais e mais reforços. Bruno Henrique anunciou que está chegando, mas o técnico quer reforçar a lateral e pensa em mais um jogador para o ataque também. Passou uma lista de nomes à direção. Incluindo até um zagueiro. É o Palmeiras que vai às compras. De novo.



MaisRecentes

Contas corintianas



Continue Lendo

Timão em 2018



Continue Lendo

Verdão aflito



Continue Lendo