Uma cara para o Palmeiras



Bastou a derrota de ontem na Bolívia para a lua de mel de Eduardo Baptista com a torcida palmeirense terminar.

Durou uma semana e começou com a vitória épica diante do Peñarol, em Montevidéu, e com o desabafo do treinador durante entrevista coletiva.

Mas, após o primeiro revés na Libertadores, derrota por 3 a 2 para o Jorge Wilstermann, as críticas voltaram. De parte da torcida, imprensa e conselheiros, que reclamam dos esquemas táticos usados pelo técnico, das escalações e das substituições também.

Para muitos o Palmeiras ainda não tem uma cara e deveria ter depois de quatro meses de trabalho.

A direção do clube diz não cogitar mudança no comando, apesar de o nome de Cuca ser muito citado no Palestra e de até Vanderlei Luxemburgo ter sido lembrado.

Não acho que seja hora de mudar, mas, com o elenco que tem, o melhor do país, seguido pelo Flamengo, o Verdão pode render mais.

Maio será um mês complicado, pois terá, além da Libertadores, Copa do Brasil e Brasileirão. Ou seja, são sete jogos no período, assim como acontecerá com o Santos, atuando também nas três competições, dois a mais que o Timão e três que o São Paulo. Até por conta disso o trabalho de Eduardo Baptista não será simples, ainda mais com a pressão que existe, é forte e com a qual ele vem tendo problemas para lidar.

Espero que o clube e o técnico tenham serenidade para lidar com a situação e que o Palmeiras se encontre em campo, como fez no segundo tempo diante do Peñarol. Mas ontem não. Foi um time desconjuntado, embora não tenha faltado vontade aos jogadores, confuso em campo, sem esquema tático definido e muito mal na defesa, que tem sido uma peneira na Libertadores. Felipe Melo fez falta, OK, é importantíssimo na marcação, mas com ou sem ele o Verdão pode produzir muito mais em campo. Ainda tem tempo para se acertar. Mas precisa, sim, de um padrão de jogo definido. Ou uma cara, como dizem alguns.



MaisRecentes

Complô no Santos



Continue Lendo

O contrato de Felipe Melo



Continue Lendo

Naming rights em 2019



Continue Lendo