Uma cara para o Palmeiras



Bastou a derrota de ontem na Bolívia para a lua de mel de Eduardo Baptista com a torcida palmeirense terminar.

Durou uma semana e começou com a vitória épica diante do Peñarol, em Montevidéu, e com o desabafo do treinador durante entrevista coletiva.

Mas, após o primeiro revés na Libertadores, derrota por 3 a 2 para o Jorge Wilstermann, as críticas voltaram. De parte da torcida, imprensa e conselheiros, que reclamam dos esquemas táticos usados pelo técnico, das escalações e das substituições também.

Para muitos o Palmeiras ainda não tem uma cara e deveria ter depois de quatro meses de trabalho.

A direção do clube diz não cogitar mudança no comando, apesar de o nome de Cuca ser muito citado no Palestra e de até Vanderlei Luxemburgo ter sido lembrado.

Não acho que seja hora de mudar, mas, com o elenco que tem, o melhor do país, seguido pelo Flamengo, o Verdão pode render mais.

Maio será um mês complicado, pois terá, além da Libertadores, Copa do Brasil e Brasileirão. Ou seja, são sete jogos no período, assim como acontecerá com o Santos, atuando também nas três competições, dois a mais que o Timão e três que o São Paulo. Até por conta disso o trabalho de Eduardo Baptista não será simples, ainda mais com a pressão que existe, é forte e com a qual ele vem tendo problemas para lidar.

Espero que o clube e o técnico tenham serenidade para lidar com a situação e que o Palmeiras se encontre em campo, como fez no segundo tempo diante do Peñarol. Mas ontem não. Foi um time desconjuntado, embora não tenha faltado vontade aos jogadores, confuso em campo, sem esquema tático definido e muito mal na defesa, que tem sido uma peneira na Libertadores. Felipe Melo fez falta, OK, é importantíssimo na marcação, mas com ou sem ele o Verdão pode produzir muito mais em campo. Ainda tem tempo para se acertar. Mas precisa, sim, de um padrão de jogo definido. Ou uma cara, como dizem alguns.



  • Verdao2014

    udar agora tambem acho completamente errado, mas ja vao pensando em u nome pro segundo semestre que o Ze pity é fraco demais!

    • Leal Junior

      As atuações do Palmeiras nos mostram claramente o que está ocorrendo. Não temos laterais! Jean é lento e fácil de ser driblado, Egídio não tem força física, Zé Roberto já deu o que podia dar e Michel Bastos não tem mais condições físicas para atuar na lateral. Mina tem que ficar na sua, não tem qualidade para armar a equipe e não pode querer toda hora ir para frente como se fosse centroavante. Vitor Hugo já não é o mesmo e toda vez que entra prejudica o time. TcheTche precisa ser chamado para uma conversa para que ele entenda que é apenas um bom jogador quando se esforça. Borja precisa entrar no jogo, a impressão que passa é que é um jogador frio, distante, sem vibração. O restante é a parte do técnico! Não deu padrão, não definiu uma equipe, esse negócio de escalar conforme o adversário não dá certo, as linhas muito distantes o que abre um tremendo espaço no meio campo, não há aproximações, os jogadores estão muito distantes um do outro, sem pegada, e o bumba meu boi da era Marcelo Oliveira voltou. Ontem deu dois chutes a gol no primeiro tempo. Um aos 11 minutos e o outro no gol do Guerra, isso sem falarmos que erra na estratégia de jogo e nas substituições. Finalizando acho que nesse momento é hora da diretoria entrar em ação. Primeiro demitir o treinador antes que seja tarde, segundo um bom puxão de orelha no plantel.

  • Antônio Billar

    Reinaldo Rueda , do ATLÉTICO NACIONAL

  • ULTRAS VERDE&BRANCO

    Fora EB

  • Daniel Andrade

    pior que nao vão demitir esse cara agora… PQP…vão esperar sair da libertadores e copa do brasil…. ja era

  • Rafael

    Só um exemplo de ontem, para mostrar como o time é mal treinado:
    Estava o time naquele famoso 4-1-4-1, e no segundo gol ficou visível pq esse esquema não está funcionando.
    O Thiago Santos sai da posição dele para roubar uma bola na lateral, ok, rouba e passa para o Guerra que perde a posse, mas nisso quando o Thiago saí da posição alguem já deveria ter assumido o posto dele a frente da zaga, provavelmente o Tche Tche.
    Mas depois disso que fica evidente o erro de posicionamento, o Guerra perde a bola na linha de meio campo, e o adversário carrega a bola sozinho e só iria encontra a linha da zaga na entrada da área.
    Cadê a compactação das linhas? Isso no Palmeiras não existe. Se pegar vários jogos do time vamos ver a linha de 4 ofensiva perdendo bola, e a linha defensiva mais o volante a frente dela lá atrás, o adversário tem tempo e espaço para armar sua jogada a vontade, até que alguém o incomode.
    O problema não é o esquema, mas o técnico que não consegue implanta-lo, é só ver algum jogo da seleção brasileira para ver se o Tite com o mesmo esquema deixa tantos espaços entre as linhas.

    • Allianz Nostra Casa !!!!

      Parabéns, bem observado, bom comentario!!!

    • dvpe

      Estou de acordo e apenas adicionaria que está utilizando muito mal o Borja, quer fazer do sujeito algo que ele não é, ao invés de explorar o que há de melhor nele. Não existe um esquema de jogo que o favoreça.

      • Rafael

        Concordo, ofensivamente não há esquema algum, parece um bando de índio atacando.
        E ontem quem foi queimado foi o Willian, que vinha jogando bem fechando como um segundo atacante ao lado do Borja (como nos jogos contra Peñarol e Santos), mas ontem como centroavante não viu a cor da bola.

  • Eduardo Capellini

    EB não é mau técnico, mas ainda se preocupa em provar algo para os outros. Ao contrário do que o jucakfouri falou (maliciosamente, diga-se), EB não é maleável, ao contrário, é teimoso, prepotente e não escuta ninguém. Tem um super elenco nas mãos, mas não usa. Poderia ter usado reservas no primeiro jogo contra a ponte, mas usou os titulares emocionalmente desgastados (perdemos, mas se tivéssemos perdido com reservas, seria ‘com reservas, sem entrosamento’, ou seja, teríamos uma bela desculpa sem perder a moral). Tem problemas na bola aérea, mas nunca escala o rafa marques (1,90m). Não tem cacife nem jogo de cintura pra atuar fora do campo, eis que há um início de crise entre os jogadores, borja isolado, vitorhugo perdido, outros tantos insatisfeitos, e ele não sabe trabalhar isso nos vestiários, a coisa está piorando, e ele se afastando do problema. EB tem futuro no futebol, mas apostar que ele vai alcançar esse momento agora, é uma aposta muito arriscada, principalmente se o Cuca voltar…

  • Fernando Lemes

    DEPOIS DA OITAVAS O CUCA VOLTA VAMOS PERDER OUTRA LIBERTA PRIMERO IGUAL AO ANO PASSADO MUITA BURRICE DA NOSSA DIRETORIA

  • MB1982

    EB é um mal tecnico sim, não conseguiu colocar o time para jogar, isso porque já tinha um time formado e que vinha jogando bem (não a toa foi campeão brasileiro). Se não sair agora, corremos o risco de não ter nada para disputar daqui a pouco…

  • Robson Barboza

    Esta claro que o time não tem padrão de jogo, até os jogadores que foram destaque no ano passado estão apagados caso do Dudu e Tchetche, falta padrão de jogo esquema tático e principalmente falta comando.

  • dvpe

    EB é um técnico em formação ainda, e não existe a menor garantia de que será um grande técnico. Os sinais apresentados indicam que será um técnico mediano. Com a Ponte Preta, a maior dificuldade do time era fazer resultados fora dos seus domínios, tanto é verdade que se não tivesse feito um bom papel nos jogos em casa, teria brigado para não cair. Tudo bem, é normal em um time como a Ponte, mas não consigo visualizar os fatores no trabalho dele que levaram a diretoria contratá-lo. No Fluminense fez um trabalho sofrível e era um time melhor que o da Ponte e à exemplo do Palmeiras, grande.
    Com tanto recheio no elenco, ele usa muito pouco, tem sempre a mesma linha de frente, não altera praticamente nada, não há variações. Vitinho, Hyoran, Veiga, Keno, jogadores com potencial e com muita vontade de mostrar valor são quase nunca testados. Thiago Santos é sempre citado como um jogador importante e de valor quando todos veêm que não está a altura do elenco. Enfim, já temos tempo suficiente para avaliar o trabalho e enxergar que ele não emplacou e não irá. Pode engrossar a voz, como o fez na última coletiva, para dizer que é estudioso, que rala e coisa tal, mas no fim do dia, nada disso se traduz em um trabalho dentro de campo, convincente e que amedronte os adversários.

  • dom titone

    deixa o EB classificar o time na Libertadores …..até lá já terá enfrentado o Inter pela CB e o Vasco pelo BR-17…..se for mal….melhor demitir…o mata mata na Liberta só acontece no final de Julho…até lá dá pra trazer o Cuca de volta

MaisRecentes

Paulistas com medo



Continue Lendo

A mágoa de Ceni



Continue Lendo

Alerta a Raí



Continue Lendo