Jô na Seleção



Tite anda elogiando muito Jõ e estuda dar uma nova chance ao atacante na Seleção já nos amistosos de junho, quando o Brasil enfrenta Argentina e Austrália na Oceania.

O técnico mantém contato com Fábio Carille, seu ex-pupilo que hoje comanda e comanda muito bem o Corinthians, e está animado com a nova fase do artilheiro.

Jõ superou uma série de problemas pessoais, inclusive baladas, baixo astral e bebidas alcoólicas, e hoje leva uma vida muito mais regrada. Segundo Carille, está mesmo focado no esporte e em jogar bola e exerce papel de liderança no elenco corintiano, onde é bem querido pela comissão técnica e pelos companheiros.

Na Copa de 2014 amargou a reserva de Fred e saiu deprimido com o vexame do Brasil no Mundial, especialmente nos dois últimos jogos, quando levou sete da Alemanha e três da Holanda. Ainda ficou mais de ano sem marcar no Atlético-MG e acabou caindo na noite e no álcool.

Muito mais centrado e caseiro, Jõ voltou a render muito e é uma das peças essenciais do Timão, que está a um passo de conquistar o Paulista. Torneio, vale lembrar, em que entrou como a quarta força entre os grandes de São Paulo e foi o único deles a chegar à final. Agora, com os 3 a 0 de Campinas, tem tudo para levantar a taça domingo que vem. E com muito mérito, muito mérito mesmo. Ontem jogou demais no jogo da ida. Anulou os ponte-pretanos.

Além de Jô, o goleiro Cássio, que também superou problemas pessoas e voltou a jogar muito, está ma mira de Tite e também pode ganhar uma chance na Seleção. Temos outros goleiros muito bons, mas Cássio, depois de amargar má fase e até o banco de reservas, tem fechado o gol em muitos jogos e mostra condições de vestir a camisa do Brasil.



MaisRecentes

Complô no Santos



Continue Lendo

O contrato de Felipe Melo



Continue Lendo

Naming rights em 2019



Continue Lendo