Choradeira no Morumbi



A derrota para o Cruzeiro pegou muito mal entre a direção do futebol são-paulino, que anda irritada com discursos como os de Rodrigo Caio e Rogério Ceni. A dupla considerou uma fatalidade os dois gols dos mineiros, ambos em jogadas aéreas.

De acordo com interlocutores do comando do futebol tricolor, a bola aérea é um dos pontos falhos do time e o revés de ontem foi merecido, já que o São Paulo não criou uma boa chance de gol sequer e a defesa continua um queijo suíço.

Se não se recuperar domingo contra o Corinthians, aí pelo Paulista, as organizadas, que ontem vaiaram a equipe, já preparam protesto, mas poupando Ceni, que segue intocável entre elas, embora criticado por vários conselheiros (da situação e da oposição). Eles avaliam que o técnico passa a impressão de estar trabalhando em pré-temporada e que, além da provável eliminação precoce na Copa do Brasil, cair nas semifinais do Paulistão seria muito ruim para a sequência do trabalho do treinador.



MaisRecentes

Não vai ter Copa?



Continue Lendo

O escândalo de Platini



Continue Lendo

Fernando Diniz na berlinda



Continue Lendo