Alessandro na frigideira



O gerente de futebol do Corinthians enfrenta problemas no grupo de jogadores, alguns dos quais o veem como um sujeito distante, vagaroso e com pouca força no clube, vide o episódio de atraso de salários e pagamentos no ano passado.

Alessandro, que está na frigideira há algum tempo, envolveu-se em nova polêmica ontem, rebatendo publicamente as declarações de Marlone, emprestado ao Atlético-MG e que saiu do Timão atirando.

Para o gerente de futebol o jogador foi no mínimo infeliz e deveria ter dado nome aos bois. Lembrou ainda, em tom que o estafe de Marlone considerou de ameaça, que o atleta pertence ao Corinthians e, pelo menos em tese, retorna ao Parque São Jorge no final do ano.

Conselheiros de oposição (mas também um grupo da situação) acham que Alessandro é inábil, desconhece a situação financeira do clube e está mal informado sobre a real situação das negociações que envolvem Guilherme (possível destino Coritiba), Giovanni Augusto, que pode ir para o Inter, e Marquinhos Gabriel, que interessa ao Santos.

Desconheceria também as condições que o Timão tem (ou não tem) para quitar a dívida em relação ao Coritiba e que envolve a contratação do atacante Kazim.

Atletas corintianos seguem preocupados com a falta de fôlego financeiro do Corinthians e não se sentem amparados por Alessandro, que ficaria jogando o problema para terceiros (ou quartos ou quintos até).

E com isso tudo o clima pelos lados do Timão, que domingo pega o Tricolor no Morumbi, continua quente. Só não são previstos protestos para o dia do clássico porque será de torcida única. Mas depois…



MaisRecentes

Cânticos brasileiros



Continue Lendo

Seleção no divã



Continue Lendo

Seleção magoada



Continue Lendo