Ressalvas a Ceni



Um grupo significativo de conselheiros do São Paulo começa a perder a cabeça com o time e com o trabalho de Rogério Ceni. Acha que já era tempo de a equipe ter melhorado o sistema defensivo, que o técnico errou ao pedir a contratação de Sidão e que o esquema de jogo está equivocado, o que teria ficado evidente na derrota de sábado para o Palmeiras.

A discussão entre eles passa também pelo gol. Insistem que Denis não tem mais condições de vestir a camisa do Tricolor, que seria fraco como goleiro e que o clube continua carente na posição. E que, ao pedir a contratação de Sidão, Ceni errou também, já que o ex-atleta do Botafogo tampouco vem convencendo. Restaria a terceira opção: Renan Ribeiro, que muitos também não encaram com bons olhos.

Depois dos 3 a 0 do Verdão os questionamentos foram muitos. Os conselheiros viram um ataque inoperante e começam a achar que só funciona mesmo contra as babas do Paulista ou da Copa do Brasil, esquecendo-se, talvez, da vitória contra o Peixe. Mas contra o Palmeiras insistem que não entrou em campo.

Reclamam ainda da insistência de Ceni em manter o esquema de jogo, que protege pouco a zaga.

Lamento muito o que está acontecendo com Denis, que considero um bom goleiro, mas há tempos perdeu espaço e credibilidade no Morumbi. E que ganharia trocando de ares. Já em relação a Ceni é preciso paciência. Está apenas iniciando um trabalho. E terá que repensar alguns conceitos. Faz parte do jogo e da vida.



MaisRecentes

Dorival bombardeado



Continue Lendo

A grana de Nuzman



Continue Lendo

Galiotte cobrado



Continue Lendo