O racha e Dorival



Dorival Júnior tem sido cada vez mais pressionado e contestado no Santos, apesar do belo trabalho que fez no ano passado.

Setores da oposição querem a volta de Vanderlei Luxemburgo e pedem a saída do treinador.

Mesmo entre integrantes da situação Dorival não é unanimidade e há muitas queixas em relação a seu trabalho no início da atual temporada. O fato de o time estar fora da zona de classificação do Paulista preocupa. E preocupam ainda mais a falta de padrão de jogo e as fracas atuações nos últimos cinco jogos.

Modesto Roma Júnior tem defendido o treinador e insiste que não é hora de mudar, ainda mais às vésperas da estreia do time na Libertadores. Acha que se trata apenas de uma fase ruim. E passageira.

Dorival, por sua vez, tem reclamado de interferências políticas, que teriam chegado até o vestiário. E defendido o elenco, que considera bom. Diz que gostou do time sábado, apesar da derrota para o Corinthians, elogiou o posicionamento dos jogadores e o goleiro Vladimir em particular.

Além de dirigentes, representantes de organizadas também têm reclamado, o que gerou forte incômodo no grupo, que entrou no Paulistão apontado como favorito, ao lado do Palmeiras, por grande parte da crônica esportiva paulista.



MaisRecentes

Galo pega fogo



Continue Lendo

Cornetas no Palestra



Continue Lendo

Grêmio ainda reclama



Continue Lendo