Santos no Pacaembu



O assunto não é novo, mas a história tem evoluído e o Santos está cada vez mais interessado em atuar com mais frequência no Pacaembu.

O prefeito João Dória (PSDB) já sinalizou que quer o clube num futuro consórcio para assumir a gestão do estádio. O time praiano seria sócio na operação, por tempo determinado, mas não teria que entrar com recursos próprios.

O Peixe, por sua vez, contatou três de seus patrocinadores/parceiros comerciais que demonstraram forte interesse em ver o time mais vezes no estádio municipal de São Paulo, que não deve mais abrigar festas e eventos religiosos. Nem musicais.

Os parceiros apresentaram um estudo segundo o qual revezar os jogos entre a Vila Belmiro e o Pacaembu é interessante porque pega um outro público na capital paulista. Inclusive o número de camisas vendidas aumenta.

No último sábado, quando disputou um amistoso internacional no estádio, a diretoria ficou contente com a repercussão e com o número de pessoas com camisas do Peixe dentro e fora do estádio, inclusive horas antes na região do centro e da avenida Paulista.

Enquanto isso, no Rio, a coisa continua complicada e o Maracanã, em fase de deterioração, segue envolvido em jogo de empurra entre o consórcio liderado pela Odebrecht, o Comitê Rio-2016 e o governo do Estado do Rio. Lamentável.



MaisRecentes

Elogios a Loss



Continue Lendo

Não vai ter Copa?



Continue Lendo

O escândalo de Platini



Continue Lendo