A opção por Michel Bastos



A diretoria do Palmeiras tem acompanhado as críticas à contratação de Michel Bastos, que vinha de uma temporada muito ruim pelo São Paulo. Mas a decisão de contar com o jogador em 2017 e 2018 não foi tomada às pressas. Foi, segundo a cúpula do Verdão, muito bem fundamentada.

Na avaliação do Palmeiras, a queda de rendimento do jogador no Tricolor foi mais do que justificada. A pressão da torcida, que pegava demais em seu pé, e a agressão de que foi vítima quando da invasão do CT são-paulino explicam, em parte, os problemas que teve no Morumbi.

O fato de o rival estar rachado no vestiário e com enormes cisões políticas, também.

Sem falar que o time como um todo não rendia, vide o desempenho pífio no Brasileirão.

Os palmeirenses avaliam que Michel Bastos é um ótimo meia, versátil, podendo jogar centralizado ou caindo pela esquerda, que tem um bom toque de bola e que não fez corpo mole no São Paulo. Pelo contrário, que lá teria sido vítima de boicote, o que, asseguram, não vai acontecer pelos lados do Palestra.

Eduardo Baptista foi consultado sobre a contratação, claro, e desde o começo se posicionou a favor. Vê em Michel Bastos um jogador com muito potencial, que precisa de um ambiente favorável para apresentar tudo de que é capaz e que se encaixa muito bem no esquema que pretende implantar.

Ao lado de Moisés, Tchê Tchê, Guerra e Dudu, o novo técnico palmeirense acredita que o ex-são-paulino vai render muito. O tempo dirá…



MaisRecentes

Cadê os patetas?!?



Continue Lendo

Complô no Santos



Continue Lendo

O contrato de Felipe Melo



Continue Lendo