Ceni em 2017



No São Paulo muitos já dão como certo que Rogério Ceni será o novo técnico tricolor em 2017, mas não está definido quando o ex-goleiro assumirá o comando da equipe.

Para a direção do futebol o ideal seria o ex-jogador iniciar o trabalho como treinador já no início de janeiro. Mas Ceni ainda não definiu até quando vai o período sabático que tirou para se aperfeiçoar e se preparar para a carreira de técnico.

O ex-jogador, que foi para a Europa fazer estágios e aprender mais sobre a nova função, teria sido sondado por outras duas equipes para atuar como treinador, mas já deixou claro que pretende trabalhar mesmo no São Paulo, clube com o qual tem fortíssima identificação.

Ricardo Gomes deve ficar apenas até o final do ano, mas se Ceni resolver iniciar seu novo trabalho um pouco mais adiante em 2017, em fins do primeiro semestre, por exemplo, talvez fique mais um tempo na função.

Na semana retrasada, antes do jogo contra o Fluminense, que o São Paulo venceu por virada, fora de casa, Gomes chegou a balançar forte. Em caso de derrota poderia ter caído, tanto que antes da partida surgiram duas possibilidades: um interino, que ficaria até Ceni assumir o posto, ou Vanderlei Luxemburgo, nome que tem forte restrição no Morumbi mas foi cogitado tal o desespero que atingiu a diretoria, temerosa, então, quanto à possibilidade de rebaixamento.

Como o Tricolor venceu, porém, e depois bateu a Ponte Preta, afastando-se da zona de degola, a situação ficou mais tranquila e Gomes pôde continuar. Fica, pelo menos, até o final do Brasileirão.



  • Jorge Luiz

    Nossa que texto confuso. Falou, falou e não falou nada. Ceni pode assumir em 2017, pode ser em Janeiro ou não. Ricardo Gomes pode sair em 2017 mas também pode ficar. Poha Janca assim é fácil né. Informação zero aí na sua coluna.

    • Souza São Paulo

      Concordo em grau, número e gênero. Os caras jogam no ar e vai que cola……………………………..muito ruim.

  • Neus Ghutk

    A PIADA ESTA VOLTANDO kkkkkkkkkkkkkkkk O CACIQUE DE TIME !!!

  • Dalton S

    Pelo visto a elegância e a ética, qualidades comuns a um São Paulo de outrora, cujo símbolo era o personagem, Sete Belo, que trajava smoking; foi perdida ao longo dos anos e hoje nem existe mais.

    Por pior que tenha sido o trabalho do Ricardo Gomes no comando da equipe, nos tempos de Paulo Machado de Carvalho, Laudo Natel etc. o comportamento da diretoria seria bem outro. Como diria Zé Ramalho:

    …E ter que demonstrar sua coragem
    À margem do que possa parecer
    Ao ver que toda essa engrenagem
    Já sente a ferrugem lhe comer…
    (palavras de um Santista)

    • Souza São Paulo

      Amigo você está partindo do pressuposto que tudo que foi escrito na matéria acima retrata a verdade absoluta. tem muita gente da imprensa falando o que eles acreditam ser a verdade, não tivemos nenhuma informação oficial do Rogério ou do São Paulo, sendo assim fica a velha premissa de quem tem boca fala o que quer ou quem está com a caneta na mão escreve o que lhe parece ser conveniente.

      • Dalton S

        Como a menor parte do raciocínio sobre algo é a Suposição do que seja, não ouso partir de “Pré Suposições”, mas respeito quem tem essa coragem toda.

  • Rob_Steinman

    Excelente blog amigo, parabéns Deus te abençoe!

    O Rogério Ceni deveria terminar o curso UEFA Pro também antes de pensar em ser treinador. E em 2017, ele deveria treinar um time da séri B do brasileirão, para aí sim treinar o São Paulo já na pré-temporada de 2018.

MaisRecentes

A vez de Cássio



Continue Lendo

Nova zaga são-paulina



Continue Lendo

O futuro de CR7



Continue Lendo