E a novela continua…



Passou a Olimpíada e nada. Ao contrário do que pretendia a direção corintiana a venda dos naming rights do estádio em Itaquera ainda não foi concretizada. Segue no quase…

Dirigentes do clube paulista, irritados com a novela que se estende desde fevereiro de 2012 e com a debandada de jogadores do Timão, pedem para o presidente Roberto de Andrade ser mais duro com Andrés Sanchez. E se o hoje deputado federal pelo PT-SP não tiver condições de continuar conduzindo as negociações que caia fora e dê lugar para um grupo de notáveis que possa negociar os direitos de batizar a arena. A ideia é que a venda se concretize até dezembro. Caso contrário Andrés cairia fora do negócio.

No Corinthians a ordem ainda é de falar o menos possível sobre o assunto para evitar que possíveis negociações sejam “atrapalhadas” pela imprensa, já que demandariam “segredo de Estado”.

O falar pouco sobre uma questão tão delicada tem irritado parte dos conselheiros e dos próprios diretores, cansados da lengalenga e à espera de uma definição.

No primeiro semestre houve até veículos de comunicação destrinchando como seria o acordo sobre os naming rights, que estaria prestes a ser concluído, mas até agora nada.

E se não houver uma definição rápida Sanchez pode mesmo ficar à margem dos negócios. Pelo menos é o que quer parte da torcida, do conselho e da direção do Timão. Tem gente que não aguenta mais a novela…



MaisRecentes

O escândalo de Platini



Continue Lendo

Fernando Diniz na berlinda



Continue Lendo

Deuses da Bola



Continue Lendo