O tênis reclama



Dirigentes do Comitê Olímpico Internacional começaram a analisar as reclamações dos tenistas nos Jogos do Rio e devem sugerir mudanças para Toquio-2020.

Os atletas e dirigentes de tênis querem que a modalidade comece antes da abertura da Olimpíada, assim como acontece com o futebol masculino e feminino, dando um pouco mais de tempo entre um jogo e outro.

Eles têm reclamado do cansaço, ainda mais aqueles que não disputam apenas o torneio de simples.

Outro protesto tem sido em relação à torcida, que não para de se manifestar, em clima de Copa Davis, e ontem passou do limite no jogo entre o brasileiro Thomaz Bellucci e o espanhol Rafael Nadal.

Nos Jogos em que são pregados a tolerância e o respeito à diversidade Nadal foi chamado de “maricas” e hostilizado por alguns torcedores, que atrapalharam a atuação dos dois.

O COI e o Comitê Organizador dos Jogos do Rio têm lembrado que cabe aos árbitros pedir calma à galera e só retomar o jogo quando o silêncio predominar, mas o COI diz que, conhecendo o comportamento dos japoneses, pelo menos isso não acontecerá em Tóquio, nos próximos Jogos.

Já aqui a torcida é mais alegre, verdade, só que os excessos têm que ser coibidos. E punidos. Alegria, afinal de contas, não é sinônimo de desrespeito.



  • Leandro Santos Alves

    O Nadal mereceu pelas declarações que fez. Tomou o troco na medida certa. Engraçado que quando o Richard Krajicek esteve no Brasil e ganhou um torneio na final contra o Guga, houve essa alegria toda mas também houve respeito. Mas porque antes de você receber respeito você tem que respeitar. E isso esse fresquinho do Nadal não soube fazer…

  • Marcus Cardoso

    Bom dia, janca! Concordo relação ao cansaço dos atletas. Deveriam ter pensado nisso sim. Mas acho que a organização imaginou que não houvesse tantos problemas com o tempo, uma vêz que estamos em um período do ano em que normalmente chove muito pouco.

    Discordo em relação a torcida. Pelo menos no que tange essa questão do modo de torcer. Concordo pot exemplo que houve excesso na confusão com os argentinos. Mas acho hipocrisia essa questão de jogos da tolerância. Esse preconceito está incrustado em nossa cultura, vide o apoio que um babaca como Bolsonaro tem. Não seriam em 8 anos que isso acabaria. Cobrar isso da torcida é covardia.

    E em relação ao modo de torcer… O COI eta tão idiota assim? Ao escolher uma cidade brasileira eles queriam festa. O Nadal que aguente. Parece que aqui tudo é motivo de reclamação. Em Londres, e recentemente na Eurocopa houve alguns incidentes, e ninguém veio a mídia reclamar disso ou daquilo. Da mesma forma que a homofobia está presente na cultura brasileira, exposta ou nao, o preconceito geográfico contra o terceiro mundismo está presente nos europeus e americanos, e até em alguns membros de nossa elite.

  • Jailson Pereira

    Alegria nada, é falta de educação mesmo… Bem típico.

  • diogo braga

    Selvagens….

  • reinaldo junior

    Não importa o nivel social,povo brasileiro e mal educado mesmo pelo menos sua grande maioria!!

MaisRecentes

Vanderlei na Seleção



Continue Lendo

Vila x Pacaembu



Continue Lendo

Walter no Fla



Continue Lendo