Volta Redonda, não



Botafogo, Flamengo e Fluminense estudam com urgência novas opções para mandar partidas no Brasileirão já que em Volta Redonda finalmente perceberam que não está dando mais. O público não comparece. E eles já tentaram de tudo, inclusive diferentes promoções para atrair torcida para o Raulino de Oliveira, sempre sem sucesso.

A gota d`água foi domingo passado, quando Fluminense e Botafogo tiveram a pior medida da rodada do Brasileiro, não conseguindo levar nem 3 mil torcedores para o estádio.

Enquanto os dois sonham em usar, respectivamente, o Edson Passos e o Luso-Brasileiro para abrigar seus jogos, especialmente no segundo turno do Nacional, o Flamengo deve mandar mais partidas fora do Estado, viajando com mais frequência. Mas Fluminense e Botafogo devem fazer o mesmo e começar a atuar com mais frequência em Brasília, Natal e até Manaus.

Outra opção que vem sendo considerada é jogar no Pacaembu, como aconteceu com Flamengo e Fluminense, que disputaram um jogo do Estadual no estádio paulistano. E com ótima presença de público. A vantagem de atuar em SP é que a viagem é menos cansativa devido à pouca distância entre as duas metrópoles, SP e Rio. Mas a questão do policiamento com os paulistas também mandando jogos na capital do Estado é o ponto preocupante.

Hoje o Botafogo enfrenta o Cruzeiro no Mané Garrincha e no final de semana o mesmo estádio abrigará Flamengo e Palmeiras. Para o Pacaembu ainda não há jogos marcados. Por enquanto.

Sem o Maracanã e o Engenhão desde o início do ano, o jogo é viajar, viajar e viajar. Ou atuar em Volta Redonda para a casa vazia, já que desde 2012 o estádio não recebe bons públicos mesmo quando tem time grande do Rio em ação. Casa sempre vazia, sempre vazia. E as arrecadações… Melhor nem comentar.



MaisRecentes

Deuses da Bola



Continue Lendo

Galo pega fogo



Continue Lendo

Cornetas no Palestra



Continue Lendo