Volta Redonda, não



Botafogo, Flamengo e Fluminense estudam com urgência novas opções para mandar partidas no Brasileirão já que em Volta Redonda finalmente perceberam que não está dando mais. O público não comparece. E eles já tentaram de tudo, inclusive diferentes promoções para atrair torcida para o Raulino de Oliveira, sempre sem sucesso.

A gota d`água foi domingo passado, quando Fluminense e Botafogo tiveram a pior medida da rodada do Brasileiro, não conseguindo levar nem 3 mil torcedores para o estádio.

Enquanto os dois sonham em usar, respectivamente, o Edson Passos e o Luso-Brasileiro para abrigar seus jogos, especialmente no segundo turno do Nacional, o Flamengo deve mandar mais partidas fora do Estado, viajando com mais frequência. Mas Fluminense e Botafogo devem fazer o mesmo e começar a atuar com mais frequência em Brasília, Natal e até Manaus.

Outra opção que vem sendo considerada é jogar no Pacaembu, como aconteceu com Flamengo e Fluminense, que disputaram um jogo do Estadual no estádio paulistano. E com ótima presença de público. A vantagem de atuar em SP é que a viagem é menos cansativa devido à pouca distância entre as duas metrópoles, SP e Rio. Mas a questão do policiamento com os paulistas também mandando jogos na capital do Estado é o ponto preocupante.

Hoje o Botafogo enfrenta o Cruzeiro no Mané Garrincha e no final de semana o mesmo estádio abrigará Flamengo e Palmeiras. Para o Pacaembu ainda não há jogos marcados. Por enquanto.

Sem o Maracanã e o Engenhão desde o início do ano, o jogo é viajar, viajar e viajar. Ou atuar em Volta Redonda para a casa vazia, já que desde 2012 o estádio não recebe bons públicos mesmo quando tem time grande do Rio em ação. Casa sempre vazia, sempre vazia. E as arrecadações… Melhor nem comentar.



  • Bira Fogão

    O que os times do RJ precisam é tomar vergonha na cara, deixarem de ser tão amadores e colocar dirigentes que gostem e entendam de futebol.
    O resto é conversa mole pra camarão nadar de costas.

  • Gielson Coelho

    Tem que reinventar o futebol, pois hoje em dia o pessoal quer ir ao Shopping, a praia, mas não gastar dinheiro assistindo partida no estádio.

  • Punisher Conselheiro amoroso

    po quem vai pagar 100 conto pra ver gege e fred so maluco q faz isso

  • carlos renato

    Porra na moral 100 Reais para ver partida futebol, sério? A mesma partida no Premiere custa 106 Reais no conforto da sua casa, sem falar que a assinatura do canal é 79, fala sério…eu nao pago.

  • Racional

    O Botafogo poderia negociar alguns jogos em S. Januário. Com isso o prejuízo seria reduzido e os jogadores não precisariam viajar para jogar como mandante. A diretoria do Vasco não faria muitas restrições. O Fluminense acordou tarde nesta questão, fechando parceria com o América para utilizar Edson Passos. Se tivesse acordado antes, não teria também tido tanto prejuízo. Já o Flamengo, sua diretoria ainda está em sono profundo. Não se planejou, empurrou o quanto pôde este problema com a barriga. Poderia desde o ano passado ter viabilizado um estádio alternativo como o Ítalo Delcima ou até o estádio da Portuguesa (que acabou fechando parceria com o Botafogo). Recursos não faltam ao Flamengo. Haja vista as contratações descriteriosas de jogadores pela sua diretoria.
    Uma sugestão para os clubes é tentar fazer rodada dupla em Brasília. O prejuízo seria menor, pois as despesas seriam divididas entre os 2 clubes mandantes. Mas para isso precisa do acordo entre os próprios clubes e do aval das donas Globo e CBF.

  • nilo

    Volta Redonda é longe para ir e assistir um único jogo e retornar logo após ,sem contar copara o Rio, sem falar que se gasta muito com combustível,ingresso e algo para se comer. Nos dias atuais não há dinheiro sobrando para nada, portanto, quem teve essa ideia de levar jogos para lá deve ganhar muito bem e ter tempo de sobra para se dedicar apenas ao futebol . Com certeza alguns dirigentes dos clubes do Rio que estão caindo aos pedaços por causa dessas mentes inteligentes…
    Depois vêm a imprensa escrevendo que não sabe porque Volta Redonda não enche? Ora….. Não estamos na Europa, onde as pessoas ganham em Euros e habitam em países estruturados,apenas esse detalhe insignificante…

  • Marcio Henrique Lopes Araujo

    Se querem público deviam ter elencos à altura do futebol carioca. Atualmente, o único time carioca que não perde é o que está na segunda divisão. Os demais, são motivo de vergonha. Futebol medíocre é igual a público zero. A torcida do Flamengo então, se tivesse vergonha na cara, não comparecia a estádio nem tão cedo. São anos seguidos de fracassos e incompetência do departamento de futebol. O Eduardo Bandeira pode entender muito de finanças, mas no futebol, não passa de um torcedor que acha que tem razão, enquanto seu time afunda a passos largos. Futebol feio e medíocre, é só isso que tenho sido obrigado a assistir nos últimos anos assinando o premiere. Qualquer dia desses tomo vergonha e cancelo o plano.

  • Marcio Henrique Lopes Araujo

    Ingressos caros, times sem estádio, sem planejamento e à merce da quadrilha que sob a guarda do Sérgio Cabral, roubou os estádios que tínhamos. Depender de bandido dá nisso!!! Ingressos caros e futebol de 5ª categoria… Só trouxa…

  • Ricardo Vieira

    “diferentes promoções para atrair torcida”??? Só tentaram promoções relacionadas ao preço do ingresso, sendo que esse, apesar de ser um problema, é o menor deles. Mínimo de engajamento com a cidade, só reclamam de ter que vir, sendo que recebem DE GRAÇA um estádio com ótima estrutura. Povo chorão! Pegue os públicos de todos os outros jogos e veja a relação quantidadeXhabitantes e perceba que as razões são outras. Que utilizem outros estádios mesmo, o de Volta Redonda já é muito bem utilizado pela população com uma faculdade, uma escola para a 3 idade, um hospital, um centro de imagens – que funciona durante o jogo! (procura isso do luso brasileiro até Manaus, quero ver se encontra) -, uma ótica que fornece óculos (adivinha?) DE GRAÇA, entre várias outras instalações dentro de um local que custou milhões a menos que o previsto. Ah, já vi Volta Redonda e Boavista colocarem 21 mil pessoas lá dentro.

MaisRecentes

Contas corintianas



Continue Lendo

Timão em 2018



Continue Lendo

Verdão aflito



Continue Lendo