A crise e o estádio



O projeto do Santos de construir um novo estádio, que envolve outros dois clubes da Baixada, a Portuguesa Santista e o Portuários, encontra dificuldades para conseguir parceiros. E o motivo, diz a diretoria santista, é a crise político-econômica do país.

A nova arena ficaria na casa dos R$ 350 milhões a R$ 400 milhões, bem abaixo dos estádios da Copa-2014, e teria capacidade para 30 mil torcedores. A Vila Belmiro, atualmente, tem dificuldades para receber mais de 15 mil pessoas.

Com o novo estádio o Peixe quer aumentar a arrecadação com bilheteria, passando da casa dos R$ 15 milhões a R$ 20 milhões anuais para pelo menos o dobro. Com o projeto do sócio, que seria incrementado com a arena, a arrecadação anual poderia chegar a R$ 50 milhões, segundo cálculos da direção.

Para o Brasileirão a ideia é mesclar jogos na Vila com partidas no Pacaembu, que recebe um outro público e tem capacidade maior, embora as despesas, já que o estádio tem que ser alugado, sejam maiores também.



MaisRecentes

Nova caminhada



Continue Lendo

O desabafo de Cuca (ainda)



Continue Lendo

As críticas de Cuca



Continue Lendo