Denis na berlinda



O goleiro Denis está longe de ser unanimidade no departamento de futebol do São Paulo.

Pelo menos dois dirigentes ligados ao futebol consideram-no fraco e acham que deveria ser substituído e o Tricolor colocar um nome de mais peso no gol.

Reclamam do arqueiro em bolas altas e nas rebatidas e acham que não passa segurança à defesa.

Apesar de Denis ainda ter muito a provar, discordo da avaliação sobre suas atuações. Falhou aqui e acolá, é verdade, mas está longe de ser o responsável pela má fase do Tricolor, que se deve principalmente à fraca gestão do clube.

Gestão que é fraca não de hoje, mas desde os tempos de Juvenal Juvêncio, que conseguiu inclusive um terceiro mandato. Com apoio de Carlos Miguel Aidar, que o sucedeu, brigou com seu antecessor e depois renunciou à presidência.

Rogério Ceni, ídolo para muitos são-paulinos e que se aposentou ano passado, é um dos que defendem a permanência de Denis. E acho, repito, que tem razão. Não tem sentido coloca-lo como bode expiatório, não.



MaisRecentes

Oposição santista



Continue Lendo

Santos em SP



Continue Lendo

Fuga de patrocínio



Continue Lendo