Segurança no Verdão



Pelo menos dois jogadores do Palmeiras pediram segurança particular para a direção do clube com receio de represálias de torcedores organizados nas ruas depois que o time sofreu seu quarto revés consecutivo desde que Cuca assumiu como técnico.

Representantes de uniformizadas têm pressionado jogadores e diretoria, chamando o time de sem vergonha e o elenco de Série B.

Ontem, depois de mais um fracasso, goleada sofrida para o Água Santa e classificação ameaçada não só na Libertadores, mas no Paulista também, o clima ficou ainda mais pesado.

O Palmeiras deve reforçar a segurança para os treinos mas não pretende oferecer segurança particular para nenhum de seus atletas.

Conselheiros de oposição reclamam das contratações para 2016, que dizem ter priorizado a quantidade e não a qualidade, e chamam a atual administração, comandada por Paulo Nobre, de amadora.



MaisRecentes

Nova caminhada



Continue Lendo

O desabafo de Cuca (ainda)



Continue Lendo

As críticas de Cuca



Continue Lendo