Saída do Esporte?



A cúpula do PRB, partido do ministro do Esporte, George Hilton, ficou espantada com o que chama de força das ruas e com o tom das manifestações de ontem, que não se dispersaram e concentraram forças em atacaram Dilma, o PT e o ex-presidente Lula, defendendo o juiz Sérgio Moro e a Operação Lava Jato.

Diante da reação popular ela quer que o ministro desembarque do governo, que se encontra cada vez mais fragilizado. A avaliação é que Dilma não se mantém no cargo até agosto, quando acontece a Olimpíada, e que o melhor a fazer é George Hilton deixar logo a pasta, já que dificilmente seguirá no Esporte durante o evento no Rio.

George Hilton, porém, tem posição diferente e quer ficar. Acha que Dilma ainda pode resistir e ele também, ganhando os holofotes do mundo daqui a pouco menos de cinco meses, quando acontece a abertura dos Jogos.

Artigo de Marcos Pereira, presidente do PRB, na “Folha”, indica que o partido já se mobiliza pelo impedimento da presidente Dilma, o que deixou o Planalto e o PT irritados.

Hilton acabou sendo obrigado a publicar uma nota em que sinalizada discordância de Pereira.

O partido está dividido. Embora a cúpula queira a saída, a maior parte dos deputados e políticos do PRB ainda acha que o melhor é esperar e ver o que irá acontecer e não largar o poder.

Uma possibilidade é fazer como o PMDB e, em reunião que o PRB fará na próxima sexta, adiar a decisão sobre o fica ou sai para início de abril.

Seja como for a administração de Hilton segue considerada fraca por boa parte dos atletas, especialmente os que se dedicam à política esportiva e que se disseram indignados e envergonhados quando Hilton, que de Esporte não entendia nada, assumiu o Esporte, indicado no final de 2014, num arranjo político do governo para contentar o PRB. E ganhar mais apoio no Congresso. Apoio que, vale lembrar, agora pode perder, pelo menos no que depender da cúpula do partido.



  • Wesler Sanches

    Força das ruas??? Também apoio o combate à corrupção mas o que se viu foi 1,5% da população mais privilegiada do país lutando pra manter seus privilégios. É o mesmo índice que votou no pastor Everaldo e votará no Bolsonazi em 2018. Nada demais! Tenho absoluta convicção de que os atos de ontem não representam a MAIORIA DO POVO BRASILEIRO. Apenas contou com a mobilização da maior golpista do país: Rede Globo, que fez parecer muito maior do que realmente é. Desliga a Globo que o país melhora.

    • Pitaco

      petistas alienado detectado…. e gay também

MaisRecentes

Ainda dá?



Continue Lendo

Saída de Lucas Lima



Continue Lendo

Dorival bombardeado



Continue Lendo