Prova para Dunga



Não fossem as investigações do FBI, que atingiram Marco Polo Del Nero, e o técnico Dunga já estaria fora da Seleção Brasileira.

Com outras preocupações na cabeça, o presidente licenciado da CBF decidiu manter o técnico até a Olimpíada do Rio. Caso não ganhe o ouro deve deixar o cargo.

A Copa América, dois meses antes, pesa menos para a CBF do que a busca por uma inédita medalha para o futebol masculino nos Jogos que acontecem em agosto, tanto que Dunga abre mão de Neymar na competição nos Estados Unidos, mas não no evento no Rio.

Caso fracasse em casa deve dar lugar a outro treinador na Copa de 2018, caso o Brasil obtenha a vaga, claro, e o nome de Tite continua sendo a primeira opção.

Resta saber como estará a CBF até lá…



MaisRecentes

Protestos à vista



Continue Lendo

Ajustes no São Paulo



Continue Lendo

Mattos em xeque



Continue Lendo