Fiel x Globo



Os protestos da Gaviões da Fiel contra a Rede Globo devem seguir nas próximas partidas televisionadas do Corinthians.

Na última quarta, quando o time ganhou do Santa Fé pela Libertadores, faixas foram erguidas contra a emissora, a FPF e a CBF. Protestos contra o deputado Fernando Capez (PSDB-SP), cujo nome foi envolvido no escândalo de desvio de verbas das merendas escolares em SP, também têm sido feitos, já que o político se notabilizou nos anos 90 como inimigo número um das organizadas.

Pela primeira vez a Globo não só mostrou as faixas na transmissão como se defendeu das reclamações da Fiel, que vê o futebol refém da emissora. Galvão Bueno disse que é um direito do cidadão protestar, mas defendeu a Globo, dizendo que são três os canais que transmitem a Libertadores e apenas ela o faz gratuitamente, ou seja, em TV aberta.

A Gaviões tem reclamado do horário dos jogos no meio de semana (acha muito tarde partidas às 21hs45) e quer continuar a fazê-lo, tópico que o narrador deixou escapar e nem mencionou na transmissão.

Domingo, no clássico contra o Santos, a Fiel deve ter o apoio da torcida do Peixe, que também pretende entoar gritos e cânticos contra a Globo. A reclamação, no caso do time da Vila, porém, é outra. O Santos reclama justamente do que considera preferência da emissora pelo Timão, que teria vantagem em sua grade, tanto que o clube praiano assinou contrato de 2019 a 2024 com o Esporte Interativo, reclamando do tratamento que recebe de Globo e SporTV.



MaisRecentes

A cabeça de Neymar



Continue Lendo

Crise no Peru



Continue Lendo

Coronel Nunes de fora



Continue Lendo