Inquietação santista



A diretoria e comissão técnica do Santos estão inquietas com as finais da Copa do Brasil. A avaliação é que, se o primeiro jogo da decisão tivesse sido na última quarta, o time praiano seria franco favorito para largar na frente. Como as finais serão na última quarta de novembro e na primeira semana de dezembro, a história pode ser bem diferente.

E pode ser bem diferente mesmo, já que o Palmeiras tem quase 20 dias para se preparar para os dois jogos, enquanto o Santos, que luta pelo G4 no Brasileirão, pode chegar mais desgastado para disputar o título. Fora que hoje Lucas Lima e Ricardo Oliveira estão com tudo, no final de novembro não dá pra saber em que estado estarão os dois.

Seja como for, é uma situação que acontece não só na Copa do Brasil, embora eu entenda a inquietação e, mais do que isso, irritação da diretoria do Santos com a CBF, que definiu as datas das finais da competição e as jogou lá pra frente. Na Libertadores empurrar a final bem adiante, depois de uma paralisação de semanas, não é algo incomum, vale lembrar. Nem as semifinais.

Enfim, time por time continuo sendo mais o do Santos, embora não veja favoritismo, inclusive porque o último jogo será no Allianz Parque.



MaisRecentes

A matemática do futebol



Continue Lendo

A melhor do mundo



Continue Lendo

Aprender a perder



Continue Lendo