O dono da CPI



Tem causado muito ciúme a CPI do Futebol no Congresso. Não são poucos os senadores incomodados com a postura de Romário, que estaria usando a comissão para aparecer o máximo possível na mídia e fortalecer sua provável candidatura a prefeito do Rio no ano que vem.

A bancada da bola trabalha com força para que a CPI termine em pizza e até agora não tivemos nenhuma grande novidade a partir dos trabalhos do grupo que investiga o futebol brasileiro e especialmente a CBF e seu presidente Marco Polo Del Nero.

São públicas as brigas de Romário, senador pelo PSB-RJ, com a entidade e especialmente com Gilmar Rinaldi e Dunga, que chefiam a comissão técnica brasileira.

O treinador, aliás, que nem gosta de citar o nome de seu antigo companheiro de Seleção, decidiu dar mais uma chance a Oscar nas eliminatórias para a Copa da Rússia e deixou a convocação de Jadson para o ano que vem, caso o corintiano continue a brilhar, claro. E se ele próprio seguir no comando da equipe canarinho, o que dependerá muito do desempenho brasileiro contra Argentina e Peru, em novembro.



MaisRecentes

Tite questionado



Continue Lendo

A falta de um líder



Continue Lendo

Haja coração!!!



Continue Lendo