Dunga contestado



A derrota do Brasil ontem pegou bem mal na CBF. A capacidade de Dunga dirigir a Seleção passou a ser contestada por parte da cúpula da confederação, que considerou o segundo tempo contra os chilenos medonho.

A avaliação é que o técnico, escolha de José Maria Marin, hoje preso na Suíça, após consulta a Ricardo Teixeira, que também presidiu a CBF e está afastado do futebol por suspeita de corrupção, pode não ser o nome ideal para comandar o Brasil rumo à Copa de 2018.

A atuação de Oscar foi alvo de muitas críticas de dois vice-presidentes da entidade, que preferem Lucas Lima como titular.

A convocação de Kaká, considerado liderança importante por Dunga, também é alvo de questionamentos. Se o jogador é tão precioso como líder, por que só foi chamado após a contusão de Philippe Coutinho?

Outra reclamação foi em relação à postura na etapa final, quando Dunga decidiu recuar o time, com duas linhas de quatro lá atrás, e o Brasil cedeu o espaço que o Chile queria para chegar à vitória.

A Seleção jogando essa bolinha e a seguir sem padrão tático definido, Dunga não chega ao final do ano. A questão, porém, é se o presidente Marco Polo Del Nero, um dos alvos de uma CPI no Congresso, chega. A coisa anda bem mal lá pelos lados de dona CBF… E não há muita perspectiva de melhora, não. Lembrando que o FBI ainda não concluiu suas investigações sobre o submundo do futebol e da Fifa, que levou à prisão Marin. E pode levar outros mais a serem, no mínimo, afastados do esporte.



MaisRecentes

Cadê os patetas?!?



Continue Lendo

Complô no Santos



Continue Lendo

O contrato de Felipe Melo



Continue Lendo