O curso de Luxemburgo



Vanderlei Luxemburgo está inconformado com sua demissão do Cruzeiro.

A amigos reclamou que a direção do clube mineiro tinha garantido que permaneceria no cargo mesmo se perdesse para o Santos, o que acabou acontecendo.

Mas dirigentes cruzeirenses sentiram que o técnico tinha perdido o comando e enfrentava fortes resistências no vestiário.

Sondado para trabalhar no futebol chinês, Luxemburgo não quer repetir Tite e outros treinadores que foram se “reciclar” fazendo cursos na Europa.

Há tempos questiona e a meu ver com razão que “cursos” ou estágios são esses. Acha que servem mais para o técnico aparecer na foto e fazer um pouco de marketing do que qualquer outra coisa.

Mas que chegou a hora de repensar sua carreira no futebol, que anda em tremenda baixa há alguns anos, chegou.

Só no Cruzeiro foram dez derrotas em 19 jogos. E com suspeita de corpo mole no vestiário não tinha mesmo como prosseguir em BH.



  • SrBlack

    acho q o problema do Luxa é q ele cansou desse mundo do futebol e perdeu o foco querendo ser outras coisas , agora ele precisa ter humildade para colocar os pês no chão e ver o q quer da vida.

    sobre cursos na Europa acho uma boa , podem ate ser um marketing , mas mostra q os treinadores tem interesses em pelo menos enganar q estão estudando ao ver os clubes do velho continente ao vivo ou fazendo cursos da UEFA , pior é o Luxa ou Felipão q ficam com uma tremenda prepotência e arrogância achando q sabem tudo e seus times não ganham nada e só afundam com eles como tecnico.

    • janca

      Sobre os cursos na Europa, do jeito que são feitos, concordo com o Luxemburgo. São mais uma embromação do que qualquer outra coisa. E o Luxemburgo tem que repensar a carreira. É um bom treinador _ou já foi_ mas nos últimos anos tem sido tremenda decepção. Tem que mudar… E essa coisa de ser manager está na cabeça dele desde o final dos anos 90. E não levou a lugar algum.

    • João Carlos Assumpção

      Mas como estava dizendo ser manager é um desejo dele desde o final dos anos 90. Acho que nem é mais isso o que o atrapalha. Tem que repensar a carreira, porque os últimos anos não foram nada bons. Sobre esses cursos na Europa são pra inglês ver (ou brasileiro ver, melhor dizendo), cursos pra boi dormir, digamos assim. Aí concordo com o Luxemburgo.

MaisRecentes

Protestos à vista



Continue Lendo

Ajustes no São Paulo



Continue Lendo

Mattos em xeque



Continue Lendo