Vasco sem grana



Na zona de rebaixamento do Brasileiro, o Vasco segue com problemas de caixa.

A previsão para 2015 era de receitas na ordem de R$ 250 milhões e despesas na casa dos R$ 180 milhões. Agora conselheiros já dizem que foram otimistas demais e que as entradas talvez não cheguem a R$ 200 milhões. E os gastos devem superá-las, gerando um déficit orçamentário.

O clima em São Januário é dos piores e nas próximas semanas Eurico Miranda pretende apresentar um relatório sobre a gestão Roberto Dinamite, que segundo o atual presidente quase quebrou o clube.

Apesar de contatos com líderes de organizadas, os protestos continuam e bonecos de Eurico foram queimados nos arredores de São Januário.

Campanhas na internet também têm sido feitas contra a atual gestão, que entregou o clube em péssimo estado para Dinamite administrar. O mesmo Dinamite que devolveu o Vasco para Eurico em situação precária também. Com poucas receitas e muitas despesas e dívidas a serem pagas. O resultado está aí, com o time na penúltima colocação do Brasileiro e, mais uma vez, lutando pra não cair.



MaisRecentes

Os rivais do São Paulo



Continue Lendo

O discurso de Tite



Continue Lendo

A reeleição de Galiotte



Continue Lendo