Dunga e a Rio-16



A pressão para Dunga deixar a Seleção olímpica do Brasil nos Jogos de 2016 é grande.

Apesar de a CBF ter garantido o técnico no comando do time que vai tentar o ouro inédito no futebol, Dunga pode ser afastado do cargo. O receio é que, por não ser querido por grande parte da torcida brasileira, o treinador seja vaiado no torneio e a Seleção, por tabela, também.

A confederação procura um nome de peso para dirigir a equipe, tendo cogitado chamar Abel Braga ou Muricy Ramalho. O auxiliar seria o mesmo: Rogério Micale, técnico da Seleção sub-20 que comandará o Brasil no Pan de Toronto.

Na equipe principal Dunga, por enquanto, está mantido, mas tem sofrido ataques de vários fronts.

Na Rede Globo as críticas ao trabalho de Dunga não param de crescer.

Ex-jogadores, como Zico, também têm detonado o treinador, que antes mesmo do fiasco diante do Paraguai havia dado uma declaração no mínimo infeliz sobre os negros.

Na Seleção Robinho foi o primeiro a alfinetar o trabalho do técnico, revoltado por ter sido sacado durante o jogo contra os paraguaios.

Gilmar Rinaldi, conhecido por ter sido empresário de jogadores, é outro que está na mira e é alvo de críticas quase que diárias de Romário. E agora de Zico também, que critica o fato de a Seleção ter virado um balcão de negócios.

Marco Polo Del Nero, porém, diz que Dunga está seguro no cargo. Tanto nas eliminatórias quanto na Olimpíada. Responsabiliza os jogadores pelo fracasso no Chile e, especialmente, Thiago Silva. Que não era nem pra ter sido chamado para a Copa América. Mas foi convocado. Por Dunga, que deve muitas explicações.

Aos que não estão conseguindo postar comentários no blog desde ontem peço desculpas, já pedi ajuda para a tecnologia, não sei o que se passa. Só posso dizer que não é censura!



MaisRecentes

Nova caminhada



Continue Lendo

O desabafo de Cuca (ainda)



Continue Lendo

As críticas de Cuca



Continue Lendo