Corinthians e Odebrecht



As prisões de Marcelo Odebrecht e Alexandrino Alencar, respectivamente presidente e diretor de relações institucionais da Odebrecht, deixaram a cúpula corintiana em estado de alerta.

O segundo era muito próximo de Andrés Sanchez, ex-presidente do clube e deputado federal pelo PT-SP.

Andrés, que atua como superintendente do Corinthians, relata uma viagem de Alencar a Brasília, acompanhado de Emílio Odebrecht, presidente do conselho de administração da construtora, em que teriam recebido pedido de Lula para ajudar na construção da arena do Timão.

A oposição corintiana exige explicações da direção sobre a situação do estádio, cujas contas não começaram a ser pagas e podem aniquilar as já abaladas finanças do clube paulista.

Inicialmente a arena foi orçada entre R% 500 milhões e R$ 700 milhões, mas as cifras finais teriam superado a casa do R$ 1 bilhão. A oposição quer entender o porquê de tantos aditivos, que não foram privilégio da Arena Corinthians, já que outras da Copa tiveram sobrepreço e mais sobrepreço.

Graças a recursos e benefícios públicos o estádio foi construído em Itaquera, palco da abertura da Copa-2014, mas a série de aditivos deve ser analisada pela Justiça.

A oposição diz que nunca ficou clara a situação da arena, principalmente no tocante às finanças, ao que cabe ao Timão e ao papel da construtora, sem falar na atuação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para concretizar o negócio.

Agora seria a oportunidade de as coisas ficarem mais claras, já que o Timão tem que começar a pagar as contas no mês que vem e um dos integrantes do fundo gestor do estádio diz que as dívidas do Timão com a construtora há tempos já passam dos R$ 400 milhões. Como a conta será quitada ainda não se sabe…



  • sergio

    Esse tal Janca parece que chegou no planeta terra hoje.
    Ele não sabe nada sobre como foi a construção da arena corinthians.
    Alguém por favor explica para ele a particifpação do BNDES, prefeitura de são paulo com incentivos fiscais, aumento do valor da obra por conta de adaptações para a partida de abertura da Copa (arquibancadas provisórias, 5000 lugares para a imprensa todos com ponto de energia e internet, et..etc…).

    • janca

      O valor subiu não por conta das arquibancadas provisórias. Como se tornou praxe na Copa o orçamento inicial é um e o custo final é outro bem diferente. Foi assim também com o Corinthians, que tem contas a acertar com a Odebrecht.

    • Vanone Lemos de Paula

      Timão Odebrecht e Lula.

  • striknight

    hahahaha tão com medo, bando de frangas

  • SAULO

    Contas a acertar, não somente com a Odebrecht mas, também, com o povo paulistano porque, como todos sabem, tem muito dinheiro público no itaquerão.

    • janca

      Tem muito dinheiro público em grande parte dos estádios da Copa, vale lembrar. Não só na Arena Corinthians.

  • Vaz

    Janca esta matemática nunca fechou. Sempre achei estes empréstimos de bancos com a construtora estranhos (sim, com a construtora já que não emprestam dinheiro ao clube)ade se. O troço é uma sociedade com fins específicos e ao contrário do que pensam é a construtora que deu as garantias e não o clube já que nenhum aqui no Brasil tem o que oferecer para construir um estádio. Foi assim com Atlético do Paraná, Palmeiras, Grêmio e Inter.
    Fica claro que foi por influência de Lula e troca de favores e vou mais longe: depois de muito diz que diz, nada será cobrado e quem pagará é a construtora mas fica a pergunta: Tudo isso a troco de que? Alguém acha que a construtora nesta altura do campeonato vai questionar alguma coisa? Como explicar um estouro de 400 milhões no Maracanã que depois de corte de 1 Bi para 800 imposto pelo Tribunal de Contas que viu super faturamento, aparece um misterioso problema na marquise do estádio que viraria uma tragédia mas que até aquele momento ninguém tinha visto e volte tudo para 1Bi novamente e não contentes ainda colocaram mais 400 paus em cima e “deram” o estádio para a construtor, toda imprensa acreditou, e ninguém questionou e o corte de despesas apesar da reforma para o Pan nada ter encontrado. Atraso e mais custos na Arena das Dunas, Fonte Nova e para fechar a coisa mais 400 milhões na Arena Corinthians?
    Você acha que irão entrar em polêmicas?

    • janca

      Há casos muito mais graves, a meu ver, do que o estádio do Corinthians, que usou benefícios e recursos públicos para ter sua arena. Pelo menos o do Timão não é um elefante branco. E o Maracanã foi uma aberração. Reformado pela milésima vez, agora reerguido, digamos assim, todo novo, mas a um preço absurdo, muito maior do que o previsto inicialmente. E o de Brasília então?

  • Sempre Fiel

    Po Janca, respeito seu trabalho, mas achei essa matéria leviana e irresponsável. A amizade de Andres com o Alexandrino foi exposta no livro do primeiro, ou seja, nenhuma novidade. É sabido que o estádio foi construído com empréstimos particulares, com a Odebrecht e outros bancos privados, já que os tais “benefícios públicos” não foram liberados até bem pouco tempo atrás e isso sim gerou um débito muito maior ao Corinthians. A sugestão de “atuação do ex-presidente Lula” deu-se, publicamente, na articulação entre Odebrecht e Corinthians e só! Se sabes de algo mais, que denuncie ao MP. Sobre o pagamento da Arena, o presidente do Corinthians confirmou ter alcançado o valor da primeira parcela, a acontecer no próximo mês. Enfim, Janca, nenhuma novidade nem esclarecimento em seu post. No meu entendimento, esse tipo de publicação serve apenas para os “antis” destilarem seu ódio infundado ao Corinthians e aumentar a visitação no blog. Vejo vários pseudo-jornalistas usando esta artimanha, mas logo vc? Por favor, receba esta crítica como construtiva, apesar de ácida. Respeitosamente, Sempre Fiel!

    • janca

      O BNDES não é banco privado. No post não há nenhuma acusação, apenas que a direção do Corinthians está em polvorosa, inclusive porque o clube está atrelado à Odebrecht na questão do estádio e a conta a ser paga é salgada. E a oposição diz que até agora não teve acesso à situação da arena. Espera ter se agora que a Odebrecht está na mira das investigações, tanto que teve seu presidente preso e um diretor muito ligado ao Andrés detido sexta também. Que o assunto interessa ao Corinthians e deveria interessar ao corintiano é óbvio. Mas não é por ser óbvio que não deve ser citado no post. Respeito sua opinião, mas insisto que o assunto é importante. Inclusive porque o estádio foi erguido com recursos e benefícios públicos e até agora não se sabe como a conta será paga. E ela terá que ser paga. Abraço e boa semana pra você

  • Eduardo

    Saulo, cobre tbm explicações do SPFC, clube q teve como presidente, o governador do Estado, Laudo Natel, sendo exercido os 2 cargos simultaneamente. na época, década de 70, o referido sr conseguiu o terreno e assumiu os custos da construção do estádio c/ $$$ público. mas parece q quando a coisa é c/ o SPFC, a imprensa e a torcida é tolerante. O ex presidente da CBF é sãopaulino, o ex presidente da FPF e atual da CBF é palmeirense. Engraçado como ninguém fala nada, ninguém levanta a bandeira da falta de ética q é um presidente de federação/confederação ser torcedor confesso de um clube

  • Oscar de Melo

    “Graças a recursos e benefícios públicos o estádio foi construído em Itaquera”.As dores da recusa do ultrapassado Morumbi,ainda não sarou.Afinal,será que alguém terá o bom senso de explicar como um estádio construído com dinheiro público pode ter deixado tantas contas para o Corinthians pagar?

    • janca

      Porque o BNDES, por exemplo, empresta a juros camaradas, mas o dinheiro tem que ser devolvido em algum momento.

  • lupuz

    QUANDO VÃO INVESTIGAR ESSAS BARBARIDADES : VAMOS LÁ:BRASILIENSE ASSALTADO CONTRA O VEXAME TOLIMOSO NA COPA DO BRASIL,SPORT ASSALTADO TAMBEM NA COPA DO BRASIL,LUSA ASSALTADA PELO CASTRILI NO PAULISTECA,INTER ASSALTADO NO TAPETÃO E NO CAMPO NO CAMPEONATO BRASILEIRO.CONTRA O REAL MADRID PILANTRA ITALIANO DEU GOL PRO VEXAME TOLIMOSO NUMA BOLA QUE BATEU NO MINIMO 50 CM FORA DA LINHA DO GOL,ESSE ””GOLZINHO””’ LEVOU O VEXAME TOLIMOSO AS FINAIS DO TORNEIO DE VERÃO DE 2000 ETC ETC ETC KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  • José Henrique

    Se a Odebretch tiver por exemplo, super faturado a obra, cabe ressarcimento ao Corinthians. O caso da empresa com a Lavajato é outra coisa.
    Agora essa insistência em considerar os CIDS, como dinheiro publico, e de uma maldade e uma discriminação ao Corinthians sem tamanho.
    E o que é pior, sabem perfeitamente o que são os CIDs, e para que foram criados em 2004, e insistem em chamar como “ajuda”.
    Como podem classificar um incentivo para construir naquela região, como renuncia fiscal? Qual imposto? Se não tivesse construido o estádio, então onde estariam esses ditos impostos?
    Esse assunto, já deu de tão nojento que é explicar para imbecis mal intencionados.

MaisRecentes

Saída de Lucas Lima



Continue Lendo

Dorival bombardeado



Continue Lendo

A grana de Nuzman



Continue Lendo